Como podemos proporcionar essas mudanças dentro de casa?

Em meio a correria do dia a dia, que por muitas vezes desvia nosso olhar da presença amorosa de Deus, é preciso buscar acalmar e tranquilizar o coração. Também é necessário formar em nós e ao nosso redor uma atmosfera de interioridade, oração e esperança, preparando o coração para o encontro com Deus.

Como Campanha da Mãe Peregrina, nos unimos para olhar a realidade de nossas famílias, suplicando a presença de Deus e da Mãe e Rainha para que nos acompanhe nesta caminhada. Diante de tantos desafios, voltamos o nosso olhar para a Mãe Três Vezes Admirável, com um desejo: “Agora tens a melhor ocasião! Transfigura hoje a realidade!” e a partir dele buscar novos caminhos para tornar a família mais bela.

Tabor das glórias de Cristo e Maria

O Pe. José Kentenich, fundador do Movimento Apostólico de Schoenstatt, confiou ao Brasil uma missão especial: transformar nossa pátria num Tabor das glórias de Cristo e Maria. Assim como os discípulos de Jesus, nós também somos convidados a subir a montanha da transfiguração para contemplar a face de Cristo, receber a sua mensagem para traduzi-la em nossa vida, a fim de que nós também possamos ser transfigurados neste amor.

Como podemos transfigurar nossa família?

A palavra “transfigurar” significa “mudar de figura”, “converter”, “transformar”. Como podemos proporcionar essas mudanças dentro de casa? A Campanha da Mãe Peregrina quer despertar em cada um, que é diante de tempos difíceis que temos a melhor ocasião para abraçar com Jesus, a nossa missão de pais, mães e filhos cristãos. Sim, a melhor ocasião para transformar, a partir das graças do Santuário, a realidade em nossa volta e a vida cotidiana.

Revelar o Tabor ou transfigurar a realidade é dar testemunho da presença de Cristo e fazer a diferença onde passamos, para que todos aqueles que convivem conosco possam dizer: “Aqui é bom estar!” (Mt 17,4). Se fazer presente na vida do outro, a gentileza, a partilha… são contribuições, ainda que pequenas, que transformam a nossa família.

Mãe Peregrina

Quando recebemos a imagem da Mãe Peregrina, ela nos traz seu filho, o próprio Cristo, e quer nos ajudar para que Ele seja o centro de todo o nosso atuar, de nossa vida família e assim torná-la um Tabor. À medida que cada lar se transforma, vamos transformando nossas comunidades. A Mãe de Deus nos faz este convite e espera de nós uma resposta de amor.

Ao fazer esta experiência com a Mãe e Rainha, nos impulsionamos a nos colocar em suas mãos e lhe apresentar nossas preocupações e aflições. Em Schoenstatt, a Aliança de Amor com Maria é a fonte de vida e o centro da espiritualidade que emana do Santuário. Nela temos a força para enfrentar os desafios do tempo atual. A Aliança de Amor é uma entrega mútua: eu pertenço à Mãe e ela me pertence!

Do Santuário, A Mãe Três Vezes Admirável revela a sua beleza e grandeza de Mãe e Educadora, a mulher revestida de Sol, isto é, de Cristo. As graças que experimentamos no Santuário são frutos da Aliança de Amor, com a qual a Mãe de Deus nos acolhe em seu coração maternal e nos oferece um lar: um lugar de abrigo e aconchego, de transformação e de fecundidade apostólica.

Colocar em prática

Oferecer ao Capital de Graças da Mãe de Deus no Santuário o esforço pessoal para transfigurar a minha realidade

Exemplos:

“Quando combino alguma atividade e sempre chego atrasado, ofereço o sacrifício da pontualidade me esforçando para cumprir o horário!”

“Tenho preguiça de rezar, então me proponho a reservar um tempo para a oração”.

“Não me dou bem com determinada pessoa, mesmo assim tento ser educado com ela e não faço comentários maldosos a seu respeito com outras pessoas”.