Coroar a Mãe de Deus é sempre uma bela e rica oportunidade de crescer no amor a ela, na fé e confiança em sua intercessão materna, junto a Deus Trino. É nossa Mãe e Rainha que nos conduz, mais profundamente, no amor a Cristo, e consequentemente, no amor fraterno, na partilha e solidariedade entre os membros da Igreja e da sociedade. A coroação é também um gesto de glorificação à Santíssima Trindade, que nos antecipou no amor a Maria, coroando-a como Rainha do Céu e da Terra.

Não se trata apenas de colocar um símbolo na imagem. A coroa deve expressar nossa vida, nosso amor, nossa gratidão e disponibilidade em continuar a servir o Reino de Cristo e Maria.

Maria, Rainha das famílias

Porque coroá-la como Rainha das Famílias? Em reconhecimento por todas as graças que ela alcançou junto de Cristo, em favor de todas as famílias, em confiança que através do Santuário ela sempre conduzir todos os seus filhos a Cristo, e em sinal da entrega pessoal de cada um a serviço do Reino do Pai, que Cristo veio anunciar.

Mãe e Rainha na nossa casa, pelo Santuário-Lar

Fruto da fecundidade dos Santuários Filiais, com o intuito de levar as graças do Santuário para seus lugares de atuação, membros da Família de Schoenstatt oferecem à Mãe e Rainha seus próprios lares ou seus lugares de trabalho para consagrá-los como Santuários-lares de Schoenstatt. A condição para se instituir um Santuário-lar é que ali se cumpra a vivência concreta da Aliança de Amor. Também esta forma de Santuário está vinculada intimamente a algum Santuário Filial e, por sua vez, ao Santuário Original. Aqui se nota a diferença do conceito carismático que o Movimento Apostólico de Schoenstatt tem em relação a um Santuário e aquele definido no Código de Direito Canônico. Mesmo sem grande afluência de peregrinos ou necessidade de aprovação explícita do Ordinário Local, em cada igreja doméstica onde se vive a Aliança de Amor e se toma a iniciativa de convidar formalmente a Mãe de Deus a se estabelecer no seu lar ou no seu lugar de trabalho, surge um Santuário de Schoenstatt. Antes de instituir o seu Santuário-lar, muitos já têm uma imagem da Mãe e Rainha em sua casa. Essa imagem tem um lugar de honra e a família percebe que sua presença é importante para eles. Depois da Aliança de Amor, muitos vão construindo e conquistando, aos poucos, seu Santuário-lar e cada família autenticamente schoenstattiana, cedo ou tarde, sente que não pode seguir adiante sem ter a Mãe e Rainha no centro do seu lar.

Te coroamos, ó Mãe

No último domingo, mais de 40 pessoas das cidades de Limeira, Lorena, Pedreira e Taubaté, coroaram a imagem da Mãe e Rainha de seus santuários-lar. Tiveram uma manhã intensa de formação sobre o que é coroar a Mãe de Deus e a coroação culminou no Santuário de graças em Atibaia, com a súplica de que, através daquelas coroas a Mãe reine, vença e triunfe em todos os lares.

A coroa é igual aquela com que a Mãe e Rainha está coroada no Santuário Original e em todos os outros Santuários, manifestando assim a unidade com o lugar de graças!.

 

Com informações de schoenstatt.org.br e do livro Te coroamos, ó Mãe!