Há acontecimentos que parecem insignificantes, mas que exercem, por séculos, uma influência extraordinariamente profunda

Ir. M. Jacinta Donati – Na luz deste tempo Pascal, lançamos nosso olhar a um acontecimento que trouxe vida nova e que, a partir do Santuário de Schoenstatt, ilumina muitos corações. Referimo-nos à mensagem do Pe. José Kentenich, fundador da Obra Internacional de Schoenstatt, no lançamento da Pedra Fundamental do Santuário Tabor da Esmagadora da Serpente, em Londrina, no dia 25 de abril de 1948.

Mãe e Educadora dos povos para uma nova terra Mariana!

Em suas palavras, ele nos dá um programa e um desafio: “O conteúdo do dia de hoje é muito grande! Porém, depende de nossa colaboração o acontecimento entrar um dia na história do país como algo tão grande como eu descrevi

[…]. Depende de nós a Mãe de Deus estabelecer-se aqui e distribuir os grandes dons”.

Começo de uma edificação

A pedra fundamental remete ao começo de uma edificação, marca solenemente o início de uma obra importante. Mas, que significado tem esta pedra fundamental? O Pe. José Kentenich diz: “Vejam a pedra! Será a pedra fundamental do pequeno Santuário. Que isto quer significar? Quantas grandes igrejas se constroem hoje no mundo inteiro! Quantas igrejas também aqui no país! […] E, no entanto, o Santuário, que dentro de algum tempo construiremos aqui para a Mãe Três Vezes Admirável, terá uma importância extraordinariamente grande na luta dos povos daqui contra o demônio e o seu reino”. Também diz: “Há acontecimentos na vida das pessoas e dos povos que exteriormente são bem insignificantes, mas que exercem, por séculos, uma influência extraordinariamente profunda. A discreta celebração de hoje faz parte desses acontecimentos”.

Após 71 anos, o que este acontecimento nos revela?

Nossa geração pode testemunhar com segurança, que o Santuário é um lugar sagrado, onde a poderosa intercessão da Rainha de Schoenstatt realiza verdadeiros milagres. Aqui a Mãe e Rainha educa homens e mulheres para formarem famílias comprometidas com a fé na edificação da sociedade.

Admirável Mãe Educadora dos povos!

A Mãe de Deus tem a arte de educar, porque o próprio Deus a escolheu como sua Mãe e Mestra e deste Santuário, do lugar Schoenstatt, Ela se estabeleceu com a missão de operar, de forma concreta e explícita, com Cristo, na formação de uma Terra Mariana: “A Mãe de Deus também recebeu de Deus a ordem: intervém nos acontecimentos da história, Mãe de Deus! E os montes de ruínas que hoje vemos em toda parte se transformarão num maravilhoso cosmos”.

Mãe e Educadora dos povos, eis a sua missão!

Como Maria educa seus filhos? Ela o realiza pela força transformadora da Aliança de Amor: “Grande é quem consagra sua vida a algo de grande”.

Vivemos num tempo, em que a educação da pessoa nunca foi tão necessária, como em nossos dias e o diferencial é que, a partir do Santuário, Maria exerce a tarefa de Educadora e nos leva a um trabalho de autoeducação para uma auto formação.

Acompanhamos, ano após ano, o surgimento de uma nova Terra Mariana. Ela prepara os nossos corações para que Cristo possa reinar, Ela realiza uma educação integral, abrangendo a personalidade em sua totalidade na base do amor, da liberdade interior, para formar a nova terra mariana.

“Quando eu, (que estou) nos fundos, venço uma tentação, venço uma paixão e ofereço à Mãe como contribuição para o Capital de Graças, sei que intervi na história do mundo com essas pequenas vitórias. Quando permaneci fiel ao esposo, quando opus resistência à atual busca de prazer e dediquei todas as minhas forças à família, não dei apenas felicidade ao círculo de minha família, também coloquei contribuições ao Capital de Graças ao dispor da Mãe de Deus”.

Quando renovamos a família podemos mudar o mundo. Quando permanecemos fiéis ao matrimônio, resistimos aos prazeres do tempo atual e consagramos toda nossa força à família, então não apenas a tornamos mais feliz, mas atraímos sempre de novo Maria ao nosso meio. Ela pode travar as lutas de Deus. Rainha e Mãe Educadora, empunha o Cetro e, com seu Divino Filho, reina vence e triunfa!

Referências

Pe. José Kentenich. Conferência de 25 de abril de 1948, por ocasião do lançamento da pedra fundamental do Santuário de Londrina/PR. Tabor Nossa Missão, coleção Brasil Tabor vol 1, janeiro de 2007, 1ª edição.

Fonte: schoenstattlondrina.com.br