(Foto: Karen Bueno)

Vivenciar uma torrente de graças que jorra do Santuário

Como Família de Schoenstatt recordamos o mês da Aliança de Amor, de forma especial, o dia 18 de outubro de 1914, dia em que o Pe. José Kentenich e os jovens seminaristas selaram a Aliança de Amor com a Mãe e Rainha, no Santuário de Schoenstatt, na Alemanha, convidando a Mãe de Deus para se estabelecer naquela pequena capela.

Após 107 anos, vivenciamos a torrente de graças que jorra do Santuário e se espalha pelo mundo inteiro. A ousadia do Pe. Kentenich e ao mesmo tempo, sua confiança ilimitada moveu a Mãe e Rainha a se estabelecer na pequena Capelinha de São Miguel. Neste lar de amor e de acolhimento, a Mãe de Deus tem a sua “oficina” de transformação, na qual milhares de filhos, deixam-se tocar por sua ternura e seu olhar.

Num mundo, no qual tantos homens e mulheres sucumbem diante das crises e feridas do nosso tempo, não basta experimentar a graça do Santuário e beneficiar-se individualmente dela. Por isso, o convite de Maria para selar uma Aliança de Amor com Ela é também um chamado a colaborar na transformação do mundo.

Através da Campanha da Mãe Peregrina, milhares de pessoas já selaram a Aliança de Amor, tornando-se sinais e testemunhas das graças e da transformação. Faça a experiência de dedicar um tempo para estar em oração, seja no Santuário, em sua paróquia, em casa com a Mãe Peregrina, ou através da visita espiritual. É um momento especial para renovar a sua Aliança de Amor com a Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt.