(Foto: Pascom diocese de Criciúma/SC- Arquivo 2017)

Confira a mensagem da Ir. Ana Maria dos Santos Lima, coordenadora do Secretariado da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, de Atibaia/SP, para este dia 18 de setembro, dia de renovar a Aliança de Amor com a Mãe de Deus

Estimadas famílias, comemorando os 70 anos da visita mensal da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt em nossos lares, nos reunimos para celebrar o dia da Aliança de Amor.  

Com grande alegria, neste mês de setembro, somos enriquecidos com as graças do jubileu da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt. É com gratidão e alegria que constatamos que há 70 anos os lares das famílias brasileiras acolhem, com carinho e amor, a Mãe de Jesus.  

A Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt teve seu início no dia 10 de setembro de 1950, quando a Ir. M. Terezinha Gobbo, do Instituto das Irmãs de Maria de Schoenstatt, entregou aos cuidados do senhor João Luiz Pozzobon uma imagem da Mãe Três Vezes Admirável com as palavras: “Esta imagem fica ao seu cuidado. Deverá cuidar apenas que Ela seja levada de casa em casa” (Cf. 140.000 km – A caminho com a Virgem).  

Gratidão toma conta de nossos corações, pois João Luiz Pozzobon, consciente da força evangelizadora da Campanha, sempre procurou aliados que o ajudasse na missão. E graças a colaboração de cada missionário e coordenador que abraçou a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt com o mesmo ardor de João Pozzobon, hoje, podemos contemplar sete décadas de vitórias e de graças recebidas em nossas famílias.  

A Campanha tem um conceito simples: uma imagem de Nossa Senhora, a Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt, que parte de seu Santuário para visitar as casas, os hospitais, os presídios, as escolas, os comércios em diversos lugares. Mas, a trajetória ao longo dos anos mostra que este apostolado vai além disso. Pelo protagonismo leigo, os missionários da Campanha desejam levar a Igreja, na singela imagem da Mãe Peregrina, aos lugares mais distantes e de difícil acesso, de maneira especial, levar Jesus e Maria ao seio das famílias mais fragilizadas. 

“Na vida fragmentada de hoje, onde nos arriscamos a perder o fio à meada, é essencial o abraço da Mãe – diz o Papa Francisco – Ela [Maria] sabe que, para consolar, não bastam as palavras; é necessária a presença. E Maria está presente como mãe”. 1  

Neste jubileu de 70 anos da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, nos unimos a todas as famílias do nosso Brasil, para agradecer a Deus por ter chamado o Servo de Deus, João Luiz Pozzobon, a ser o instrumento de Maria, nesta Campanha de evangelização. Também somos gratos por fazermos parte desta história abençoada. Agradecemos a Mãe de Deus, nossa querida Mãe Peregrina, por sua visita mensal a nossos lares trazendo Cristo, nossa redenção.  

Neste dia da Aliança de Amor agradecemos nossos missionários e coordenadores, que por sua dedicação abrem os caminhos para que a Mãe Peregrina chegue aos nossos lares e aos lares que ainda não conhecem Jesus e sua Mãe Santíssima 

Feliz dia da Aliança! 

Ir. Ana Maria dos Santos Lima
Coordenadora do Secretariado da
Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt
Atibaia/SP

[/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]