“Levanta-te, toma o Menino e sua Mãe!” (Mt. 2, 13;20)

O Retiro para Missionários junto ao Santuário Tabor da Esperança, em Brasília, no dia 02, promovido pela Equipe arquidiocesana da Campanha da Mãe Peregrina, foi uma ocasião propícia para iniciar o tempo litúrgico do Advento e um novo impulso a continuar na missão evangelizadora.

O tema do retiro tinha como base uma conferência que o Pe. José Kentenich deu para casais em 16 de novembro de 1958: “(…) Como São José, também nós ouvimos hoje as palavras: Levanta-te! Não te deites nem descanses, ou: não lhe desejo uma vida de conforto ou de comodidade ou de passar bem neste mundo… Não, o anjo disse-lhe: levanta-te toma o Menino e sua Mãe! Recebe-a primeiramente, recebe-a em teu próprio coração: depois prepara-lhe um lugar agradável em tua própria família e a seguir nos corações dos outros!”

Na parte da manhã, o Seminarista Ricardo Henrique Silva conduziu a espiritualidade sob o tema: “Levanta-te, toma o Menino e sua Mãe (cf. Mt, 2, 13; 20) e leva-os ao teu coração!” Apresentou São José como modelo de missionário que, obediente na fé, leva o Menino e sua Mãe para onde Deus o envia, mesmo enfrentando longo caminho, na escuridão e incerteza, sem compreender, humanamente. Ele somente tinha uma única intenção em sua mente: realizar a vontade de Deus.

Na parte da tarde, a assessora, Ir. M. Floriza Kazue Okuda conduziu a espiritualidade dando continuidade ao tema “Toma o Menino e sua Mãe e prepara-lhe um lugar agradável nos corações dos outros!” Dando continuidade à descoberta da missão e vocação do Leigo e à missão mariana do Pe. José Kentenich, ressaltou o traço de Maria como a portadora e a genitora de Cristo nos corações. As palavras, escritos, ensinamentos do Fundador, estão perpassados da verdade ensinada pela Igreja, de que Jesus nasceu uma vez e continua nascendo através dos séculos e milênios. Afirma assim, o que grandes pensadores disseram: “Que me adianta Cristo ter nascido em Belém, se Ele não nascer em meu coração?”

Aprofundou a espiritualidade do Advento e do Presépio, o que ensina a Liturgia, como a Igreja “traduz” tudo isto em sinais, olhando a simbologia do Advento e cada figura do presépio.

Apresentou, em seguida, a Novena de Natal das Edições da CNBB, como uma maneira de preparar um lugar agradável para o Menino e sua Mãe nos corações. Os nove encontros dispostos neste material  são transpassados pela espiritualidade da alegria proveniente da vocação batismal. Estimulou ao empenho de cada missionário em reunir um grupo da Novena de Natal com vizinhos, pessoal do trabalho, da escola, da família, dos condomínios, de pequenas comunidades.

Ao final, cada participante pode receber a coroa de Advento, com as 4 velas, confeccionadas artesanalmente por uma coordenadora e seus filhos.

Os que decidiram participar neste retiro tiveram que enfrentar muitos sacrifícios, seja pela data, ao desfazer ou renunciar outros compromissos, pela distância (a maioria levantou de madrugada mesmo com chuva e frio). Missionárias das cidades de outras dioceses de Goiás: como Luziânia, Valparaíso, Águas Lindas, Formosa-Distrito de Bezerra; e de Minas Gerais: Riachinho e Buritis fizeram todos os esforços para estarem neste dia de formação. E mesmo diante dos desafios, a participação dos missionários superou as expectativas, conforme os muitos ecos no final do dia. A próxima formação no Santuário já está sendo esperada ansiosamente por todos!

Retiro Missionários

Por: Ir. M. Floriza Kazue Okuda/Larissa Rodrigues