A Via-Sacra com reflexões de João Pozzobon

Na vida de do Servo de Deus João Pozzobon encontramos exemplos da sua confiança na Divina Providência na realização de projetos sempre na intenção daqueles que mais precisavam, com o objetivo de aproximar às pessoas do caminho da santidade. “Até o fim de sua vida, o Sr. João manteve-se próximo dos pobres e, sendo pobre também, lutou, na medida de suas possibilidades, por sua elevação material e espiritual”.

Em uma dessas realizações, Pozzobon realizou a Via-Sacra da qual deu o nome de “Caminho da vida”, seu último grande projeto. Primeiramente, o trajeto seria “(…) saindo do Santuário-Tabor, chegasse à ‘Vila Nobre’. Estan­do eu em Santa Maria, em junho de 1985, ventilou-se a ideia de orientar-se a Via-Sacra, não na direção da ‘Vila Nobre’, mas na da residência de João Pozzobon, situada na Avenida Osvaldo Cruz”.

Entretanto, Pozzobon tinha como desejo de que a Via-Sacra teria que mudar o trajeto, ao invés de sua residência, seguir para a Vila Nobre da Caridade, local que ele ajudou a construir pequenas casas junto com a comunidade carente, para aqueles que necessitavam de um lar digno.

“(…) O ‘Caminho da vida’ (assim batizou João o percurso da Via- Sacra), que é sentir o outro, sentir o que ele sente. A Via- Sacra para a “Vila Nobre” constitui um fruto da grande Cam­panha, e o que a Igreja considera seu objetivo: orientar-se para os humildes. Parece-me que a Via-Sacra na direção da ‘Vila’ tem mais sentido, ela nos leva a encontrar a palavra de Cristo: ‘Bem-aventurados os humildes’.”

 “Talvez encontremos uma síntese de sua atitude para com os pobres nas inspiradas palavras de seu Testamento: ‘… O objetivo atual é … ser um reflexo da justiça cristã, viver um pelo outro, para uma nova conquista da dignidade e respei­to da pessoa humana, com seus valores, fazer encontro com os mais necessitados’.”

Primeira estação da Via-Sacra do João Pozzobon, diante do Santuário Tabor

 

A Via-Sacra “Estradas da vida” com reflexões de João Pozzobon pode ser adquirida no Secretariado da Campanha da Mãe Peregrina pelos seguintes contatos:

Telefone: (11) 4414-4249
WhatsApp: (11) 96861-9485
E-mail: recepcao@maeperegrina.org.br

 

Referência: URIBURU, J Esteban. Herói hoje e não amanhã: vida do pobre peregrino e diácono João Luiz Pozzobon. Santa Maria/RS: Instituto Secular dos Padres de Schoenstatt, 1991. Pág. 81 e 82