Foto: Juliana Dorigo

Ir. M. Rosequiel Fávero/ Karen Bueno- Com grande alegria a Família de Schoenstatt brasileira se prepara para celebrar os 75 anos da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt. A expansão e o alcance deste apostolado, que hoje alcança o mundo todo, levaram o Movimento de Schoenstatt do Brasil a planejar um encontro internacional no ano jubilar de 2025.

Dado o caráter global da Campanha, a Presidência Geral da Obra de Schoenstatt autorizou a realização de um grande encontro internacional em Santa Maria, Rio Grande do Sul, vinculado ao Santuário Tabor, onde tudo começou. De 9 a 14 de setembro de 2025, se reunirão representantes de diversos países e continentes, que fazem parte deste apostolado. Estarão ali não só para celebrar, mas também para compartilhar experiências, trocar ideias e rever os documentos de consenso redigidos nos encontros internacionais anteriores.

Uma oportunidade para nos unirmos como Família

Segundo os diretores do Movimento no Brasil, no dia 10 de setembro haverá uma celebração internacional e no domingo, 14 de setembro, a grande festa popular, com a tradicional Romaria da Primavera.

Durante os dias de celebração, está previsto de acontecer um seminário sobre a pastoral da Campanha da Mãe Peregrina, um trabalho de atualização do “Documento de Consenso” e uma jornada de reuniões para delegados e responsáveis nos países.

Em carta assinada, o Pe. Alexandre Awi Mello escreve: “Como Presidência Internacional, estamos muito felizes com essa iniciativa e estamos certos de que será uma excelente oportunidade para continuar a aprofundar e desenvolver esta corrente de vida que se espalhou por tantos continentes, culturas e línguas. Esperamos que seja também uma oportunidade para nos unirmos como Família de Schoenstatt Internacional em torno de nossos Santuários, para agradecer por toda a vida que a Mãe de Deus vem desenvolvendo ao longo de todos esses anos, a partir da humilde e generosa iniciativa do Servo de Deus João Luiz Pozzobon, e assim podermos nos comprometer a levar a MTA por todos os rincões da nossa sociedade”.

Equipe internacional de trabalho

Os primeiros passos para a formação de uma equipe central, de caráter internacional, que prepara este evento, já foram dados. E muito em breve, os responsáveis pela Campanha da Mãe Peregrina nos diversos países receberão convite e informações sobre o encontro, que promete ser um novo marco para este apostolado, quase às vésperas dos seus 75 anos de existência.

A Campanha da Mãe Peregrina nasceu como fruto do empenho apostólico do Servo de Deus João Luiz Pozzobon. De seu empenho, ao longo de 35 anos, nasceu um vasto apostolado, que hoje envolve milhares de voluntários empenhados a levar, a partir do Santuário de Schoenstatt, a imagem da Mãe Peregrina às famílias, hospitais, escolas e a todos os locais onde se lhe abrem as portas. Para todos, João Pozzobon, cuja causa de beatificação foi iniciada em 1994, é exemplo e fonte inspiradora.

Lema e logo

Sob o lema “Com a Mãe Peregrina, missionários da Esperança”, o tema faz eco às palavras do Papa Francisco e se vincula ao grande Jubileu da Igreja de 2025.

A logomarca, que foi construída com a participação de muitos coordenadores, tem como foco a imagem da Mãe Peregrina e seu filho Jesus. Acima está a logo de Schoenstatt, iluminando a rota em seu tom de dourado. Do lado esquerdo, João Pozzobon conduzindo e chamando à missão. E ao lado direito as famílias e os missionários, caminhando com Maria, nos passos de Pozzobon.

 

⇒ Carta do Movimento Apostólico de Schoenstatt no Brasil

⇒ Carta da Presidência Geral

 

Fonte: Schoenstatt Internacional