Todo dia 12 de dezembro era o mesmo gesto…

Por: Karen Bueno

Há quem goste de fazer um passeio, ou de se reunir com a família; tem aqueles que preferem somente um “bolinho”, ou então uma festa exuberante… cada um tem seu jeito próprio de celebrar o aniversário. O Servo de Deus João Luiz Pozzobon também tinha um “jeitinho” especial de comemorar o dia 12 de dezembro, que é a data em que ele nasceu.

Todo ano, quando este dia chegava, João acordava às 3 horas da manhã.

E por que fazia isso? “Porque nessa hora eu nasci. E então rezo para agradecer a Deus”, ele dizia.

Quando completou 80 anos, “o Sr. João sorria, feliz, como um menino”. Ele foi à missa, para celebrar Nossa Senhora de Guadalupe e se reuniu com um grupo de amigos schoenstattianos da Argentina. João Pozzobon cantou então uma canção para que o acompanhassem:

Meu coração é só de Maria:
que viva Maria no meu coração (bis).
Meu coração é só de Jesus,
que viva Jesus no meu coração (bis).

O lema escolhido pelo Sr. João para celebrar os 80 anos foi a frase: “Mãe e Rainha, mais um pouquinho, para continuar vosso caminho”. Ele continuou esses caminhos por mais quatro anos e meio, até 1985, sempre levando a Mãe, como um “burrinho” incansável.

João Pozzobon nasceu no dia 12 de dezembro de 1904, em Ribeirão, município de São João do Polêsine/RS.

No dia 12 de dezembro de 1985, ano em que Pozzobon faleceu, nasceu seu neto, que também recebeu o nome de João Luiz Pozzobon. Neste vídeo o neto fala sobre o avô:

As filhas do Servo de Deus João Luiz Pozzobon, na década de 1950, presentearam o pai com uma pequena imagem da Mãe e Rainha de Schoenstatt. Esta imagem, em tamanho menor, inspirou a criação da Campanha da Mãe Peregrina como vemos hoje: uma imagem visitando 30 famílias.

 

Fonte: schoenstatt.org.br