“Aqui é uma Escola, uma Escola de Espiritualidade”

Dom Walmor Oliveira: Que sejamos alunos e discípulos na escola do Santuário

Por: Poliane Bôsco 

O Santuário Tabor da Liberdade, em Confins/MG, comemorou 16 anos de sua inauguração nesse domingo, 19 de maio de 2019. Com uma programação especial, o Santuário da Mãe e Rainha recebeu cerca de 8 mil fiéis que vieram celebrar as graças que a Rainha da Liberdade realiza.

O dia de festa começou em frente ao Santuário, com os peregrinos sendo acolhidos enquanto faziam fila para visitar a Mãe de Deus. Como tradição, a imagem de São José, patrono da cidade de Confins, chegou ao Santuário em procissão, vindo da Paróquia.

Benção do Santíssimo

Para dar início ao dia de graças, o Santíssimo Sacramento foi levado em procissão do Santuário até a Tenda Tabor, seguido pela Imagem Peregrina Auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte/MG, a imagem de São José e os peregrinos.

Já na Tenda, os fiéis puderam fazer um momento de adoração a Jesus Eucarístico. Todos foram convidados a refletir sobre o amor de Jesus. No Santuário Cristo se manifesta por Maria, que é a grande Educadora que conduz a Ele. O Pe. José Genildo Bezerra da Silva, pároco da Paróquia São José, de Confins, e assessor religioso do Santuário presidiu a bênção do Santíssimo.

Um novo início no Espírito Santo

A manhã teve continuidade com a vivência: “Um novo início no Espírito Santo”. No ano passado, o Movimento de Schoenstatt vivenciou o cinquentenário da volta do Pe. José Kentenich ao lar eterno e, com isso, abriu um novo início no Espírito Santo. Agora, como Família de Schoenstatt, todos desejam ser os instrumentos que levam a mensagem da Aliança de Amor ao mundo. A vivência recordava tudo isso.

Neste Santuário, a Mãe e Rainha foi coroada como a Rainha da Liberdade e a ela foi pedido, durante a vivência, essa liberdade de experimentar segurança somente em Deus. Em uma encenação, foram mostrados diversos males do mundo que aprisionam, como o medo, egoísmo, consumismo, vício, rancor, descrença, ódio, tristeza. A conclusão é que podemos ser libertados pela intercessão da Rainha da Liberdade.

Nos nove dias que antecederam a festa, foi realizado no Santuário a novena da Rainha da Liberdade, pedindo o dom da liberdade a tudo o que impede de ser imagem e semelhança de Deus.

8 mil pessoas participaram da festa do Santuário

 

Domingo de graças

Durante quase todo o dia, era grande a fila para adentrar o Santuário. Todos queriam se entregar à Mãe e Rainha, pedir e agradecer. O ambiente era de muita paz, que é o que para muitos o Santuário representa, como descreve a Vânia de Assis, da Comunidade Mãe e Rainha, de Contagem/MG: “É um lugar aconchegante, um lugar abençoado, um lugar de paz”.

Além de comemorar os 16 anos de sua inauguração, a Família do Tabor da Liberdade também comemorava mais uma conquista: a obra do presbitério da Tenda Tabor, que foi inaugurada neste domingo. Mais uma grande conquista, como destacou o casal da Liga de Famílias Cornélio José Van Wijk e Maria da Glória Bustamante Van Wijk: “É gratificante ver o número de pessoas que temos aqui, que vêm procurar o consolo no colo da Mãe, aqui no seu Santuário. Estamos hoje em uma condição especial em inaugurar nosso presbitério. É uma conquista com a doação de todos esses peregrinos que aqui vem”.

Oração e Testemunho

Após o almoço, os fiéis se reuniram novamente na Tenda para, junto com o Terço dos Homens Mãe Rainha, rezarem o Santo Terço.

O missionário da Canção Nova Wallace Andrade esteve presente para dar seu testemunho sobre uma experiência de graça vivenciada no Tabor da Liberdade. Ele é autor do livro ‘Mãe de Milagres – Experiências de carinho e amor de mãe vivenciadas nos Santuários da Mãe Rainha’. Wallace contou que esteve no Santuário em 2014, quando o Movimento completava 100 anos da Aliança de Amor. Após ele ter tido uma experiência especial com a Mãe e Rainha, ele se aprofundou mais sobre a história do fundador, Pe. José Kentenich, e daí surgiu o livro.

 

Santa Missa

“Louvado seja Deus por esta escola do Tabor da Liberdade”

 

Para encerrar o dia de festa, a celebração da Santa Missa foi presidida pelo arcebispo de Belo Horizonte e recém-eleito presidente da CNBB, Dom Walmor Oliveira de Andrade. Dom Walmor destacou que sempre esteve presente nos aniversários do Santuário: “Eu tenho um santo orgulho, esta é a 15ª vez que venho celebrar a beleza deste aniversário”.

Em sua homilia, se referiu ao Santuário como uma Escola de espiritualidade: “Porque aqui não é apenas um lugar, nem um lugar a mais – o nosso mundo é muito grande, tem muitos lugares – aqui é uma Escola, uma Escola de Espiritualidade, uma escola onde nós estamos para proclamar a Palavra de Deus (…)”

Encerrou dizendo: “Louvado seja Deus por esta escola do Tabor da Liberdade nos seus 16 anos e que todos nós sejamos, desta escola, grandes alunos, discípulos e discípulas, ajudando o mundo a encontrar o caminho para o amor de Deus”.

Dom Walmor, ao final da celebração, recebeu saudações por sua recente eleição frente à Conferência Nacional dos Bispos. As Irmãs de Maria destacaram que ele foi eleito num cenário em que a Igreja passa por grandes desafios e fazem menção às palavras proféticas do Pe. Kentenich, dizendo que Dom Walmor é convidado a construir “a Igreja das novas margens: mariana, plena de alma, que plasma a cultura e guiada pelo Espírito Santo”.

No final da fala, a Mãe de Deus foi coroada como a Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, na pessoa de Dom Walmor.

A Santa Missa foi encerrada com a coroação da Mãe e Rainha.

 

Mais fotos

Confira o vídeo:



Fonte:schoenstatt.org.br

2024-05-17T17:54:39-03:0023/05/2019|Notícias|

Compartilhe essa história!

Go to Top