Cada pessoa é chamada a cumprir sua missão de maneira original. A nossa pergunta, não é apenas para que a Igreja precisa de nós, mas também: Como ela precisa de nós? Deixamo-nos inspirar por nosso Pai e Fundador, Pe. José Kentenich.

A igreja precisa de nós como apóstolos que, como o Pe. José Kentenich:

Vivem em Aliança de Amor com a Santíssima Trindade e os irmãos e irmãs

O Papa Francisco diz: “A cultura do encontro é cultura da aliança. Isto significa que Deus nos escolheu, ele nos prometeu e no meio ele selou uma aliança com seu povo.”

O Pe. José Kentenich ensina: “Devemos nos empenhar para vincular, membro por membro, ramo por amo, através do laço de amor! A Aliança de Amor com a querida Mãe de Deus quer e deve, em última análise, consolidar-se mais e mais como uma Aliança de Amor com a Santíssima Trindade, Aliança de Amor fraterna, como Aliança de Amor com membros e ramos da Igreja, mas também Aliança de Amor com todas as pessoas do mundo! O coração – o amor, a força de amor da Igreja.”1

Reflexão:

A partir do Santuário Original e de todos os Santuários do mundo, profundamente ancorados em Deus, nós queremos ir ao encontro das pessoas. Elas podem ter outras crenças, ter outras ideias, mas nós as reconhecemos como nossos irmãos e irmãs que vamos acolher na aliança de Amor. É para elas que queremos dar testemunho do amor de Deus. Onde, particularmente, se necessita mais do meu cuidado e amor a Deus e aos irmãos e irmãos?

—-

Fonte: Geni Hoss –  “Ser Apóstolo no mundo -como o Padre José Kentenich” – Celebração do Centenário de Hoerde

1 Vortrag vor der Schönstattfamilie 31. 12. 1912. In: Propheta locutus est, Band II, S. 245-284

 

Publicado em: schoenstatt.org.br