Pe. José Antonio Boareto– Estamos celebrando o tempo do advento e ele pode ser compreendido como a celebração da vinda de Jesus que se encarnou e entre nós viveu, foi morto, e ressuscitou ou ainda a volta de Jesus que não sabemos a hora e nem ou momento que se dará e ainda a vinda de Jesus que vem ao nosso encontro presente em cada pessoa humana.

O advento é um tempo de conversão que convida-nos à mudar de vida. A fé no Cristo que veio, vem e virá faz-nos viver a cada dia com esperança e alegria. Todo dia vivemos à expectativa da sua vinda. Com a Igreja dizemos: Maranathá, Vem Senhor Jesus!

A alegria da presença do Emanuel (Deus conosco) enche nossa vida de sentido e faz com que vivamos a cada dia em atitude vigilante de oração. Dar é a presença do Senhor, Salvador e Redentor, em nossa vida é o desafio da conversão. A conversão do tempo é o discernimento a ser feito.

Perguntemo-nos: Como estou me preparando para celebrar o Natal? Como vivo a cada dia na espera pela vinda do Senhor? Qual é o tempo diário que dedico a oração? E a caridade com o próximo? Como vivo cada instante da minha vida?

Advento é tempo propício à conversão, é mais, é como devemos viver permanente, ou seja, à espera do Senhor que vem! Acolhamos o Deus Conosco em nosso meio e vivamos todos os dias na alegria e na paz até o dia do encontro definitivo.