Volta ao Pai do companheiro de João Pozzobon

5 de fevereiro de 2015

Um grande apoiador da Campanha da Mãe Peregrina.

ubaldo-pimentelKaren Bueno – Nesta quarta-feira, dia 4 de fevereiro, faleceu o Diác. Ubaldo Alves Pimentel, um grande amigo e apoiador de João Luiz Pozzobon na Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt. Nos últimos anos de vida do Diác. Pozzobon, o Sr. Ubaldo levava-o de carro para visitar as famílias, escolas, presídios, hospitais, com a imagem da Mãe Três Vezes Admirável.

Com a Mãe Peregrina

O Diác. Ubaldo Pimentel nasceu no município de General Vargas, que atualmente leva o nome de São Vicente do Sul/RS. Na infância frequentou a Escola de Artes e Ofícios de Santa Maria, então sob a direção dos Irmãos Maristas, onde aprendeu a cultivar o amor a Nossa Senhora.

Como operário, ajudou na construção da base aérea de Santa Maria/RS, no período da Segunda Guerra Mundial, e tinha o sonho de ingressar no Exército Brasileiro. Por isso, já aos 16 anos prestava serviços voluntários ao Exército, onde fez carreira.

O Sr. Ubaldo casou-se com Soely Heinz Pimentel e não tiveram filhos. Por alguns anos, como Primeiro Tenente, viveu na cidade de Manaus/AM, em serviço militar pela Amazônia – lá se dedicava ao trabalho apostólico com os enfermos de um sanatório. Em janeiro de 1978 chegava de volta a Santa Maria/RS e no mês seguinte vê pela primeira vez o Santuário da Mãe e Rainha de Schoenstatt: “Chegamos e nos encantamos com ele”, dizia.

Como Ubaldo estava à procura de um trabalho apostólico para colaborar, falaram-lhe da peregrinação que o Sr. Pozzobon desempenhava, mas ainda não o tinham apresentado formalmente. Era costume de Ubaldo Pimentel ir à Missa todos os dias – no começo ia à Igreja de Nossa Senhora das Dores, e depois passou a frequentar o Santuário da Mãe e Rainha. “No Santuário, ao assistir a Missa, comecei a observar um senhor de idade, cabelos grisalhos, que de modo especial chamava-me a atenção”, contava o militar.

No dia 8 de outubro de 1978 aconteceu o encontro entre o Diác. João Pozzobon e o Sr. Ubaldo Pimentel. O tenente se coloca, então, à disposição da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, pronto a levar Pozzobon onde fosse necessário. Nessa época o Sr. João já estava em idade avançada, com dificuldade para caminhar e enxergar. “Sr. João, me aceita como seu companheiro, eu quero ser seus olhos e suas pernas”, disse-lhe Ubaldo.

Ambos colocaram todos os trabalhos pessoais diante da Mãe de Deus no Santuário, consagrando-lhe seus serviços. O Sr. Ubaldo colaborou com o apostolado de João Pozzobon por seis anos, até o falecimento do heroi de Schoenstatt.

Mais tarde, Ubaldo Alves Pimentel foi ordenado diácono por Dom Ivo Lorscheiter, bispo diocesano. O enterro foi nesta quarta-feira, logo após a Missa de corpo presente, quando todos se dirigiram ao Cemitério Municipal de Santa Maria/RS.

Rezemos por ele e por sua família, em gratidão por seu espírito de oração e missão.

Informações históricas retiradas do livro Movimento Apostólico de Schoenstatt – Introdução Histórica, II Volume – Pe. Victor Trevisan

  • elemar pohlmann

    Entao como fiquei sabendo somente hoje que meu ex companheiro e amigo partiu para os braços da mae rainha que certamente esta unido com o joao pozzobon. Descanse em paz com Deus e nossa senhora porque as suas palavras repousam em meu coraçao. Com amor (Alemao)…

  • Francisco Parente de Carvalho

    Ubaldo Alves Pimentel, juntou-se a João Luiz Pozzobon na graça de Deus.

    • elemar pohlmann

      sim sr Francisco certamente