União de Famílias realiza seu III Capítulo Geral

8 de setembro de 2015

“A Igreja necessita da União de Famílias”

uniao-de-familiasKaren Bueno – A União de Famílias de Schoenstatt realiza neste mês o III Capítulo Geral da comunidade. De 3 a 13 de setembro casais dirigentes e casais delegados dos territórios autônomos da União se reúnem em Hillscheid – uma pequena cidade que fica a sete quilômetros de Schoenstatt –, na casa sede da União de Famílias Josef Kentenich-Hof, à sombra do Santuário “Familia Libertate in Padre”.

Os participantes do Capítulo são da Alemanha, Argentina, Áustria, Brasil, Chile, Paraguai e Polônia. Representam o Brasil os casais Tomás e Flávia Santos, de Atibaia/SP, e Gines e Bernardete Ponce, de Londrina/PR; além desses, Ir. Maria da Graça Sales Henriques, de Santa Maria/RS, atua como tradutora.

O Capítulo Geral da comunidade acontece a cada seis anos, e em 2015 um dos objetivos principais é a discussão e aprovação do Estatuto Internacional da União de Famílias. Nesse encontro também será eleita a nova direção geral, compostas por quatro casais: os dirigentes internacionais e três casais conselheiros.

casais

Os brasileiro que participam do Capítulo: Gines e Bernadete, Flávia e Tomas

No primeiro dia de encontro as famílias coroam a Mãe de Deus como Rainha do III Capítulo: “Ela já se mostrou fortemente presente, pois o desenrolar dos trabalhos tem sido marcado por um crescente esforço dos capitulares para uma abertura àquilo que trazem os irmãos dos outros territórios”, comentam Gines e Bernardete Ponce.

No dia 4 de setembro seguiu o segundo dia do Capítulo Geral com a exposição da vida e realidade dos nove países – dos 20 em que a União de Famílias é constituída –, referente ao período de 2009 a 2015. “Foi riquíssima a troca de experiências, de mecanismos de trabalho muito criativos com destaque à diversidade no modo de apostolado. Os países partilharam suas correntes de vida, seus êxitos, e suas possibilidades de desenvolvimento futuro”, afirma o casal Ponce.

Dois momentos fortes marcam o terceiro dia de trabalho. A princípio os olhares se focam nos Estatutos da União Internacional, pois dali sairão pontos essenciais para a vida da comunidade. À tarde os casais recebem a ilustre visita do Pe. Guillermo Gutiérrez, membro do Pontifício Conselho para a Família. Pe. Gutiérrez responde às perguntas e deixa uma forte mensagem: “A Igreja necessita da União de Famílias e se alegra com tudo o que a União realiza em seus projetos apostólicos em tantos países”.

No quarto dia do Capítulo Geral, Pe. Patricio Moore, que é filho de um casal da União Apostólica do Chile, celebrou a Santa Missa. Em sua homilia alertou sobre a importância de aprender a ouvir a si próprio, ao outro e a Deus, especialmente neste momento em que iniciam o trabalho com o Estatuto Internacional. Ao Brasil coube o duro trabalho de moderar as discussões nesse dia. “Seis propostas estão sendo analisadas, artigo por artigo, com o objetivo de se chegar a um consenso. Os capitulares foram divididos em três grupos que apresentarão suas propostas ao grande grupo. Os trabalhos foram iniciados e a previsão é que seja finalizado em alguns dias”, dizem Gines e Bernardete.

Rezemos por todos os representantes da União de Famílias reunidos no III Capítulo Geral, para que o Espírito Santo conduza suas discussões e dúvidas e para que a Mãe e Rainha os acompanhe nesse momento importante de sua história.

Saiba mais sobre a União de Famílias

Com informações de: uniaodefamilias.com.br