Uma multidão peregrina ao Santuário Paroquial

23 de julho de 2016

XVI Romaria ao Santuário Paroquial Tabor da Santidade, em Mauriti/CE.

mae peregrinaKaren Bueno – De 8 a 18 de julho acontece em Mauriti/CE a tradicional Romaria da Mãe e Rainha de Schoenstatt, no Santuário Paroquial da MTA. Peregrinos de toda a região e de outros estados participam das celebrações, demonstrando todo de seu amor e carinho à Mãe de Deus.

As atividades iniciaram no dia 8 de julho, data em que se recorda a ordenação sacerdotal do Pe. José Kentenich, com uma procissão, saindo da comunidade São José, de Agrovila. As outras comunidades da Paróquia Imaculada Conceição – à qual pertence o Santuário Paroquial – também participaram levando o andor com a imagem de seus padroeiros. 18 quilômetros foram percorridos a pé, com a participação de 1.000 pessoas, mais ou menos.

Na chegada ao Santuário Paroquial, houve o hasteamento do estandarte com a imagem da Mãe e Rainha e também a inauguração da estátua do Pai e Fundador, Pe. José Kentenich. Para a inauguração, várias luzes, efeitos e decoração completavam o cenário. Francisco Alves de Souza, o “Chiquinho da Mãe Rainha”, disse algumas palavras destacando a importância dessa conquista antes de descerrar o pano que cobria a estátua. Cantos e fogos coroaram esse momento.

Em seguida, Pe. Edival Barbosa, da Paróquia São Sebastião, de Pedra Branca/CE, Diocese de Iguatú/CE, abençoou a estátua, inaugurando, oficialmente, esse ponto de encontro com o Fundador.

Em Família

Durante esses dias, várias Missas foram celebradas, houve adoração ao Santíssimo, sempre com grande participação e fé das pessoas. Pe. Fernandes José dos Santos Júnior, da Paróquia Imaculada Conceição, comenta: “O nosso objetivo, como Santuário, é fazer com que as pessoas venham até ele, ouvindo a palavra de Deus, recebendo os sacramentos, que de fato saiam restauradas e, por isso, tendo feito a experiência de Deus em suas vidas” (entrevista à TV WEB Cariri).

Muito trabalho e dedicação acompanham a comunidade e os voluntários para essa festa. Cada dia da novena é preparado pelas pastorais, comunidades ou apostolados do Movimento Apostólico de Schoenstatt, como o Terço dos Homens Mãe Rainha, a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, o Círculo Externo de Adoração, etc.

Chiquinho conta: “É um trabalho que enche a nossa vida de alegria, pois estamos a serviço do Reino de Deus, evangelizando, atraindo as pessoas, através de Nossa Senhora, para o coração de Jesus. O Santuário é um lugar de acolhida, de oração e que aos poucos vai se tornando um lugar de encontro de toda a Paróquia, mas também de toda a região do Cariri” (entrevista à TV WEB Cariri).

Contigo Pai

Toda a comunidade paroquial contribuiu com seus sacrifícios e orações para a conquista da estátua do Pai e Fundador. Algo que marcou essa vivência foi a peregrinação da imagem Peregrina Auxiliar Diocesana aos 38 setores da Paróquia, onde, em cada um deles, se rezava a novena pedindo a beatificação do Fundador do Movimento de Schoenstatt. O ápice se dá com a celebração do dia da Aliança de Amor, em 18 de julho.

Segundo Pe. Fernandes. “É dia de grande alegria, no qual o povo se volta para o Santuário da Mãe e Rainha, agradecendo os dons que têm recebido, os milagres que dizem ter alcançado pela intercessão de Nossa Senhora. Então é um dia de muita oração, de muita festa, de muito fervor e nós temos, primeiro, que agradecer a Deus, pois Deus é o autor de tudo isso, nós somos apenas instrumentos em suas mãos, que desejam fazer aquilo que Jesus Cristo pede e quer”.