Um dia diferente: arraiá na Mãe e Rainha!

16 de junho de 2015

Fé, alegria e muita festa!

DSC01876

Ir. M. Nilza P. da Silva – Bandeirinhas coloridas, barraquinhas, alimentos típicos, enfim, os mais de 2 mil peregrinos que estão no Santuário da Mãe e Rainha, em Atibaia/SP, em 14 de junho, encontram um ambiente característico de festa junina e entram no ritmo da festa desde cedo. O sol também vem para a festa e aquece o gramado verde, sobre qual as pessoas se sentem como na sala de casa.

A programação religiosa é muito bem participada e o encontro pessoal com a Mãe de Deus e seu divino Filho, no Santuário, culmina com a bênção do Santíssimo. A caminhada até o Santuário é acompanhada de muita devoção. A parada diante da estátua do Pe. Kentenich é uma saudação ao amigo e agradecimento pelo seu carisma, especialmente por nos deixado a presença da Mãe, no Santuário. Nesse lugar de graças, deixa-se todas as intenções, renova-se a Aliança, entrega-se tudo ao Capital de Graças, e se acolhe Jesus Sacramentado, que é adorado. Com Ele, a caminhada continua até a Tenda, onde se recebe a bênção do Santíssimo.

Família em festa junina

Em seguida, das 11 às 14h15min, é o momento junino, com todos os elementos típicos, inclusive, a moda de viola, danças, leilão… Assim, o encontro com o divino se completa com os encontros humanos, com partilhas e entretenimentos. “Estou achando maravilhoso, gostei muito dos cantores”, diz Maria de Jesus P. da Silva, Mogi Mirim/SP.

O coral Santa Teresinha, da Par. São Benedito, em Atibaia/SP, anima toda a programação, desde a manhã, até as 14h30min. Cantos próprios para o dia, desde os religiosos às modas de viola. Pode-se perceber que o coral e a programação foram aprovados, pelo semblante feliz de crianças, jovens e adultos, que participam ativamente. A jovem Daiane Camila Dalandro, de Sorocaba/SP, confirma: “A programação está maravilhosa, está tudo lindo!”

O senhor Reinaldo Feitosa, que veio de pertinho, da cidade de Atibaia/SP, concorda com a jovem: “Estou achando essa programação muito boa. As pessoas que vem de longe ficam várias horas viajando e aqui encontram uma programação variada, de cunho religioso, que é muito bom e o principal.  Mas, agora nesse tempo de almoço e descanso, eles tem essa programação variada. Isso foi muito bem organizado.”

Somos instrumentos de Deus

Em seguida, acontece a Santa Missa, ponto culminante do dia. A orquestra de violeiros, de Pedreira/SP, ajuda a rezar ainda melhor. Pe. Carlos Roberto Panassolo, de Amparo/SP, preside a celebração, juntamente com Pe. Edgar de Barro Briozo, Assessor Eclesiástico do Movimento Mãe Peregrina, da mesma diocese, e Pe. Edson Valim Dainezie, de São João da Boa Vista. Em sua homilia, Pe. Carlos faz uma analogia da Igreja com uma orquestra de cordas. Diz que cada cristão tem um “tom” diferente, mas, precisa dar o melhor de si e aceitar o tom dos outros. Então, a melodia sai harmoniosa.

O dia termina com “gosto de quero mais”. A despedida é uma promessa de volto mais uma vez, podem fazer isso de novo. “Se eu pudesse viria para isso todos os dias!”, revela Sebastião P. da Silva, Pedreira/SP, e completa” Eu apreciei muito esta programação.”

Clique para ver mais fotos