Todos ao encontro do Pai em Brasília

25 de abril de 2016

Caminhemos com Jesus Misericordioso!

porta santa brasiliaEmivaldo Belém de Souza – Na tarde do dia 16 de abril de 2016, um grupo de famílias e missionários da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt da Arquidiocese de Brasília/DF, dos Vicariatos Centro e Norte, peregrinam ao Santuário Tabor da Esperança para comemorar o seu 16º aniversário de inauguração, receber as graças do Ano Santo e acolher a estátua do Pai e Fundador, Pe. Kentenich, que chegou recentemente a Brasília.

Por volta das 14 horas ocorre a acolhida dos peregrinos, feita pelo Sr. Acimar Gonçalves da Cunha, que discorre sobre o aniversário do Santuário, bem como sobre a Porta Santa no Ano da Misericórdia.

Na sequência, o Pe. Adilson Costa, capelão do Santuário, profere uma palestra cujo tema é “Minha Família, Casa de Misericórdia”, e assim aconselha: “A Misericórdia do Senhor está presente em nossas vidas e para observá-la temos que nos preocupar com o nosso comportamento em nosso lar, no ambiente em que convivemos, nos nossos relacionamentos com familiares e amigos, estimulando reflexões em torno das obras espirituais, corporais e suas aplicações na vida diária da família e da comunidade”.

Em seguida acontece uma vivência na qual o Sr. José Feitosa de Carvalho e a Ir. M. Clades Schwengber apresentam a estátua em bronze do Pai e Fundador, Pe. Kentenich, e na oportunidade é narrada uma breve biografia de sua vida. A seguir, todos são convidados a se aproximarem da estátua para tocá-la, recolher uma foto com a imagem do Fundador e a oração de canonização, também fazer seu pedido e/ou agradecimento.

É um momento de muita emoção para todos! Ao serem questionadas sobre o acontecimento, as pessoas declaram que nunca tinham passado por tal experiência, uma vez que o formato e tamanho da imagem os levam a crer que se encontram diante da pessoa do Pe. Kentenich.

Depois de tantos momentos de emoção e espiritualidade, inicia-se a Santa Missa presidida pelo Pe. Adilson Costa. Na sequência é dada a todos a benção final diante da Porta Santa da Misericórdia, local onde os peregrinos querem passar, fazer suas orações e entrega, na certeza de que sairão fortalecidos para continuarem a missão do dia a dia.