Somos templo do Espírito: 5º dia

10 de maio de 2016

rio de janeiroPe. Kentenich diz que o Espírito Santo se alegra ao encontrar Maria em nosso ser:

Um santo, grande devoto de Maria, São Luís Maria Grignion de Montfort, manifestou-nos, de um modo muito compreensível, uma lei do Reino de Deus. Ele diz: “Quando o Espírito Santo encontra Maria, sua esposa, em uma alma, (…) ele vem a essa alma com sua infinita riqueza”.

Portanto, em primeiro lugar ele forma Maria em nós. E então, quando encontra em nós a Mãe de Deus, uma imagem da Mãe de Deus, ele não é parco (ele não economiza), não é reservado, não fica longe de mim e de minha alma: vem com sua infinita riqueza a essa alma e lhe concede seus dons, suas graças, traz seus presentes, na medida em que a alma se tornou uma imagem de Maria. Não são estes pensamentos maravilhosos e profundos?
(Sermão para a comunidade alemã de São Miguel, Milwaukee/EUA, 3 de junho de 1962).

O Papa Francisco questiona:
Se nos perguntamos: onde podemos encontrar Deus? Onde podemos entrar em comunhão com ele através de Cristo? Onde podemos encontrar a luz do Espírito Santo que ilumina a nossa vida? A resposta é: no povo de Deus, entre nós, que somos Igreja. Aqui encontraremos Jesus, o Espírito Santo e o Pai. […] Isto é uma coisa bela! Nós somos as pedras vivas do edifício de Deus, unidos profundamente a Cristo, que é a pedra de sustentação e também de sustentação entre nós. O que isso quer dizer? Quer dizer que o templo somos nós, nós somos a Igreja viva, o templo vivo e quando estamos juntos entre nós há também o Espírito Santo, que nos ajuda a crescer como Igreja. Nós não somos isolados, mas somos povo de Deus: esta é a Igreja! (Audiência Geral, 26 de junho de 2013).