Sagrado Coração no Santuário

21 de junho de 2015

As estátuas do Sagrado Coração de Jesus e de Maria.

original_cruz

Ir. M. Nilza P. da Silva – No início da história do Santuário de Schoenstatt, o sagrado coração de Jesus e de Maria tinham uma devoção muito especial. Tanto que suas imagens faziam parte dos ornamentos.

A devoção ao Sagrado Coração…

Em uma carta ao José Fischer, de 26 de junho de 1915, Pe. Kentenich escreve que uma estátua do Sagrado Coração de Jesus tinha sido entronizada no Santuário: “Konder nos deu uma bela estátua do Sagrado Coração. Uma imagem bonita está sobre o pedestal e nós temos inscrito as palavras: Sagrado Coração de Jesus, abençoai e protegei seus amados congregados nas férias e nos campos de batalha no ano de 1914/15.

Como filho de Maria, nosso Senhor é o primeiro e melhor Soldado de nossa congregação. Além disso, cada sábado a Santa Missa será oferecida nas intenções dos nossos congregados e em todas as intenções que lhes são confiadas… Você se alegra com isso?”

A estátua do Sagrado Coração foi entronizada no canto esquerdo do Santuário (quando você está de frente para o altar), como um símbolo visível da devoção ao Sagrado Coração de Jesus. Na crônica do seminário desse período está escrito: “Em 10 de janeiro de 1915, nós nos consagramos ao Sagrado Coração, como estava sendo feito em todos os lugares. Em preparação, durante três noites, houve a bênção e uma palestra do Pe. Kentenich”.

Jesus e Maria

A Seção Eucarística da Congregação refletiu intensamente sobre a teoria e a prática de uma espiritualidade do Sagrado Coração. É incerto exatamente quando uma estátua do Imaculado Coração de Maria também foi entronizada no Santuário. A imagem estava no canto direito (foto acima). Pelo estilo da imagem, ela pode ter sido doada ao mesmo tempo em que a estátua do Sagrado Coração.

Em todo caso, mais tarde, as duas estátuas são mencionadas juntas, por exemplo, em uma carta de Albert Eise: “Eu tive a sorte de poder estar em Schoenstatt uma segunda vez e saudar nossa Mãe. Tenho certeza de que posso cumprimentá-la também em vosso nome, não posso? É tão lindo aqui que eu preferiria permanecer. Tudo permanece inalterado, o Santuário continua o mesmo. Nossa Mãe ainda olha com tanto carinho para todos que a visitam. O altar ainda é decorado com o mesmo cuidado, como era no nosso tempo, e as duas estátuas do Sagrado Coração de Jesus e de Maria ainda despertam devoção.

Todo o resto é ainda como era: os campos de jogos, os jardins, a nova casa, o Irmão Biermann ainda abre a enorme porta da frente da casa, tão simpático como nunca. No refeitório ainda há a mesma vida, como no passado. Tudo isso me faz sentir tão em casa… Há apenas uma coisa que sinto falta – os meninos da nossa classe… É óbvio que a bênção da Congregação repousa sobre esta instituição…”

Hoje, as imagens do Sagrado Coração não fazem mais parte dos ornamentos do Santuário, porém o amor, a confiança e a entrega a eles perpassa toda a espiritualidade de Schoenstatt. Um dos mais elevados graus de profundidade da Aliança de Amor é a inscrição sem reservas no sagrado coração de Maria.

Fonte da parte histórica: urheiligtum