Renovando a Aliança e o ardor para os novos tempos

17 de novembro de 2015

Arquidiocese de Londrina/PR celebra o dia da Aliança de Amor.

londrina santuarioNeide Figueira Folly / Adriana Bordin – A festa da Aliança em Londrina/PR reúne diversas pessoas para celebrar o dia 18 de outubro, os 101 anos em que a Mãe e Rainha, a partir do Santuário Original, distribui dons e graças. A festa é uma homenagem à MTA, um momento de fé, esperança e gratidão que reúne muitas pessoas que amam a Mãe.

Bem cedo começam a chegar os peregrinos e são recebidos com um café da manhã preparado pela Liga das Mães. No portão principal, ornamentado com bexigas, a Liga Feminina acolhe a todos com alegria, inserindo-os no ambiente festivo do Santuário.

O que leva cada pessoa a estar ali nesse dia? Maria de Lourdes Geraldino, de Arapongas/PR, responde: “Vim participar desta linda festa, não perco por nada, venho todos os anos. Vou renovar o brilho da coroa da Mãe Peregrina, aqui é muito bom estar, é maravilhoso”. O mesmo afirmam a Sra. Marcia Patrícia, Eliane Sperandini e muitos outros peregrinos, sempre com a mesma resposta: “Aqui é maravilhoso, é tranquilo, é lindo, é magico, sinto a presença da Mãe e Rainha e do Pe. José Kentenich entre nós, é como se o céu tocasse a terra neste lugar sagrado”.

Em Família

Logo pela manhã, às 9h30min, há uma calorosa acolhida em frente ao Santuário preparada por Ir. M. Glaucia Couto e animada pela Juventude Feminina, quando se recorda o dia 18 de outubro de 1914 na Alemanha, a Aliança de Amor original. É um momento forte de espiritualidade aonde todos se mostram emocionados diante da Mãe.

Em seguida os peregrinos se dirigem para a capela do Colégio Mãe de Deus, onde participam de uma vivência sobre os 65 anos da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt e sobre as graças do Santuário. Cada um pode se reportar no tempo por meio de banners que recordam a história do Diác. João Luiz Pozzobon e do Pai e Fundador, Pe. José Kentenich . Logo após a vivência, Ir. M. Glaucia fala sobre os 101 anos da Aliança de Amor, ressaltando que cada um deve se colocar em saída.

Na sequência acontece a bênção do Santíssimo presidida por Pe. Ivan Simicic. A Liga de Famílias de Schoenstatt prepara uma profunda meditação para esse momento, unindo todos espiritualmente ao Santuário Original. Como o Pai e Fundador concedia a bênção sacerdotal a todos os seus filhos espirituais, também a Família de Schoenstatt de Londrina pede sua bênção e que ele os envie para os novos cem anos de Schoenstatt. A manhã encerra-se com a oração do Ângelus.

Na Eucaristia renovamos a Aliança

No período da tarde a Juventude Feminina de Schoenstatt apresenta um teatro sobre a Anunciação de Nossa Senhora, preparando todos para um momento de coroação que ocorre logo em seguida.

A Santa Missa solene, presidida pelo Arcebispo de Londrina, Dom Orlando Brandes, é o ponto alto do dia, quando cada um deposita sua vida diante do Senhor no ofertório e se torna um homem novo ao receber Jesus. Este é o momento maior da renovação da Aliança de Amor, como disse o Papa Francisco: “Quando celebramos a Eucaristia, celebramos a renovação da Aliança. Não só mimeticamente, mas de uma maneira muito profunda, muito real. É a mesma presença de Deus que renova a Aliança conosco”.

Pra finalizar a solenidade, todos caminham ao Santuário entoando cânticos à Mãe de Deus, quando os missionários da Campanha coroam suas imagens e todos renovam a Aliança de Amor em espírito de Família e unidade.

É um dia de muitas graças. O Pai e Fundador e a querida Mãe e Rainha, sem dúvida, ficam muito felizes com todos os seus que ali estão.