Padres Diocesanos se reúnem para o Congresso Geral

15 de janeiro de 2016

Rezemos pela comunidade.

santuario moria diocesanosKaren Bueno – Começa nesta sexta-feira, 15 de janeiro, o Congresso Geral do Instituto Secular dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt. O encontro é realizado na casa-mãe da comunidade no Monte Moriá, junto ao seu Santuário, em Vallendar/Alemanha. A cada 12 anos os representantes do Instituto, do mundo todo, se reúnem para avaliar a vida e planejar novos passos, sempre conduzidos e inspirados pelo Espírito Santo.

O Capítulo dos Padres Diocesanos ocorre em duas etapas, a primeira de 15 a 30 de janeiro, quando reveem a vida do Instituto e suas correntes nos diversos países, e a segunda de 15 a 30 de agosto de 2016, ocasião em que será eleita a nova direção geral da comunidade. Segundo Pe. Marcelo Cervi, superior da Região Novo Belém, à qual pertence o Brasil, serão 60 sacerdotes neste grande encontro internacional.

Nas principais discussões, além de repensar a vida da comunidade, os olhares se deterão na formação dos padres, no seu trabalho junto às dioceses e na internacionalidade do Instituto. Além disso, Pe. Marcelo explica: “Belmonte, nesse momento, é o tema mais forte. Para nós, seguindo aquilo que era a mentalidade do Pai e Fundador, Belmonte tem que ser esse campo de ação da Igreja do Vaticano II no segundo milênio”.

O Santuário de Schoenstatt de Roma em Belmonte está sob os cuidados dos Padres Diocesanos e representa grande desafio para a comunidade: “Precisamos, em primeiro, ajudar a Família de Schoenstatt a compreender a importância de Belmonte, que é um centro de convergência e de irradiação da missão, como modelo para a Igreja do Vaticano II. Se fizermos uma analise hoje, percebemos que o Papa Francisco realiza aquilo que o Pai e Fundador pensou, profeticamente, para a Igreja e isso é a missão de Belmonte”. Clique para saber mais.

De Aparecida para Schoenstatt

Os Padres da Região Novo Belém – que engloba Argentina, Brasil, Chile, Equador e Peru – estiveram reunidos em Aparecida/SP para seu encontro anual durante toda esta semana. De lá partem quatro representantes para o Capítulo Geral na Alemanha: o superior regional, Pe. Marcelo Cervi, do Brasil (Diocese de Jaboticabal/SP), e outros três sacerdotes eleitos para representar a região.

Verband

Padres da Região Novo Belém

Ao todo são oito províncias que participam do Congresso. Esta será a primeira vez que um Capítulo Geral dos Sacerdotes Diocesanos recebe os padres de Burundi com direito a voto. Outra novidade é a presença dos novos membros do Instituto nas Filipinas, que participam como observadores por enquanto.

Neste tempo importante de grandes decisões para os Padres Diocesanos, toda Família de Schoenstatt é convidada a acompanhar o encontro com suas orações, pedindo o sopro do Espírito Santo sobre cada sacerdote capitular. Rezemos para que deste Cenáculo saiam grandes conclusões para a Família dos Diocesanos e, consequentemente, para toda Obra de Schoenstatt no mundo.

Monte Moriá

Assim como os Padres de Schoenstatt têm como referência o Monte Sião em sua comunidade, os Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt levam consigo a vivência do Monte Moriá em sua espiritualidade, deixada pelo Pai e Fundador, Pe. José Kentenich.

“O Monte Moriá é o nome da nossa casa central na Alemanha, muito ligada à passagem de Gênesis (22), na qual Abraão obedece a Deus e leva Isaac para ser sacrificado”, conta Pe. Marcelo e explica: “Para nós essa passagem é muito importante, o Pai e Fundador ligou-a com a vida da nossa comunidade, porque o sacerdote é aquele que tem de oferecer tudo, dar tudo de si, estar disposto a sacrificar tudo, na certeza de que Deus sempre vai providenciar e cuidar”.