O primeiro dia da Aliança no futuro Santuário

6 de novembro de 2015

Construindo a história de Schoenstatt em Santa Catarina.

florianopolis dia da aliançaIr. M. Cassiana Jänisch/Karen Bueno – Com os cuidados da Divina Providência o terreno do futuro Santuário da Mãe e Rainha em Santa Catarina já está escolhido e é preparado para receber um novo Centro de Schoenstatt no Brasil, o primeiro no estado. A Família de Schoenstatt da Arquidiocese de Florianópolis/SC segue empolgada e não mede esforços na conquista, por isso nesse clima familiar de unidade é celebrado pela primeira vez o dia da Aliança de Amor em Biguaçu/SC, local onde será construído o novo Santuário.

O dia 18 de outubro é marcado pela primeira ‘Festa das famílias que recebem a visita da Mãe Peregrina’, já vinculando a comunidade ao local do futuro Santuário. A celebração festiva é uma oportunidade especial para as famílias demonstrarem sua gratidão por todas as visitas realizadas pela Mãe Peregrina e seu Divino Filho, que chegam para iluminar, aquecer, levar esperança e alento aos lares de tantas famílias – “Ela é a grande missionária, Ela fará milagres!” (Pe. José Kentenich).

A programação inclui diversas atividades dirigidas ao público adulto e infantil, sendo todas opcionais, desenvolvidas paralelamente. A abertura acontece às 14 horas e logo em seguida há a apresentação de um clip explicando sobre a Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, sua origem e história. Durante a tarde ainda é possível acompanhar o teatro “O Sonho de uma Família” e testemunhos sobre as bênçãos da Campanha na Arquidiocese de Florianópolis/SC. Há ainda uma palestra motivacional sobre a coroação da Mãe Peregrina, preparada por Pe. Vânio da Silva, assessor vocacional e reitor do Seminário de Teologia da Arquidiocese.

As crianças recebem uma atenção especial nesse dia, além dos brinquedos que são pensados especialmente para elas, recebem a missão de serem missionárias da Mãe e Rainha. Cada uma recebe uma imagem pequena da MTA e é convidada a rezar todos os dias três Ave-Marias diante dessa imagem; as que sabem podem rezar sozinhas e as que ainda não sabem rezam junto com os pais.

No final da tarde os peregrinos contemplam a oração do Terço em frente ao oratório do terreno, guiados por membros do Terço dos Homens. Esse momento de reflexão prepara todos para a Santa Missa que inicia logo em seguida, presidida por Pe. Pedro Koehler, capelão do Imperial Hospital de Caridade de Florianópolis e responsável pela Pastoral Lazer, Turismo e Peregrinações.

A Santa Missa solene é marcada, além do momento ímpar da Eucaristia, pela coroação da Mãe Peregrina Auxiliar da Arquidiocese. Crianças vestidas de anjinhos levam a coroa de flores para a Mãe de Deus, que mais uma vez é proclamada Rainha das Famílias.

A irrupção de graças desse dia torna todos ainda mais empolgados pela conquista do Santuário – desde já seu lugarzinho predileto – que necessita de corações dispostos e mãos serviçais para construir um novo Schoenstatt no novo século em Santa Catarina