O dia das mulheres no Santuário

9 de março de 2015

Com Maria, o modelo de mulher.

romaria-mulherKaren Bueno – Um domingo especial para elas, assim é a programação do Santuário de Atibaia/SP no dia 8 de março. O segundo domingo temático do ano faz uma homenagem para todas as mulheres por seu Dia Internacional. É também um momento de reconhecimento e gratidão à Bendita entre todas as mulheres, que é Mãe e recebe todos, abrigando em seu coração. É dia de homenagear Maria, a Mãe e Rainha.

“As mulheres estão se sentindo especiais aqui hoje, principalmente por estarem com Maria”, diz Ana Maria Pires, de São Bernardo do Campo. No dia delas, é justo que recebam toda a atenção, já que, segundo Eurides Nunes, de São Bernardo, “são mulheres de fé”.

Muitos filhos reservam esse domingo de temperatura amena para visitar a Mãe. São pessoas que, como Maria Bernadete Barbosa, de São Caetano do Sul/SP, “amam muito Nossa Senhora”, e têm Maria como modelo.

O Santuário de Atibaia/SP acolhe cerca de 2.500 peregrinos das cidades de São Bernardo do Campo/SP, Diadema/SP e São Caetano do Sul/SP. É a primeira romaria organizada do ano, e apresenta algumas novidades na programação.

Um dia de encontro

O dia começa com a concentração dos peregrinos diante do Cruzeiro. Em seguida das orações iniciais, todos caminham para o Santuário, com uma breve parada diante da imagem do Pe. José Kentenich que, segundo Ir. Márcia Carmo da Silva, responsável pelas romarias, se tornou uma parada oficial. Ali rezam a oração de canonização de Fundador de Schoenstatt, agradecendo por tudo que realizou por meio da Aliança de Amor.

A caminhada termina no Santuário, num encontro com a Mãe. É um momento muito pessoal, onde cada peregrino entrega tudo que traz no coração: suas alegrias, também o que pesa na alma e sua gratidão por tantas graças recebidas. Ali, sob o olhar da MTA, as cidades do ABC Paulista oferecem seu Capital de Graças.

“Batemos à casa da Mãe e pedimos que ela nos mostre Jesus”

Ainda em frente ao Santuário, como ponto alto dessa manhã, há a adoração a Jesus Eucarístico. O tempo de Quaresma é propício para recordar todo amor que ele dedica à humanidade. O momento com Jesus continua, e todos caminham em procissão com o Santíssimo até a Tenda. Apesar do número de pessoas, reina um silêncio respeitoso de adoração ao Senhor. Durante o percurso há paradas de oração por algumas intenções. Nesse dia em especial, uma das paradas recorda todas as mulheres, e o padre dá uma bênção para elas.

Na Tenda acontece a bênção do Santíssimo, encerrando a caminhada. Contudo, os peregrinos continuam ali, seus olhares miram a grande imagem da Mãe e Rainha que há na Tenda. Uma coroação especial é preparada, com anjinhos levando flores à Mãe. “Durante a coroação, nós lembramos que Maria é a mulher escolhida, predileta, eleita por Deus, então essa coroação é uma homenagem pelo Dia da Mulher, celebrando Nossa Senhora como mulher”, diz Ir. M. Márcia.

Algumas novidades

Entre as novidades na programação da romaria no Santuário de Atibaia/SP estão as atividades alternativas. Depois do almoço as pessoas podem escolher o que querem fazer. “Em todas as romarias, sempre houve a opção dos peregrinos fazerem uma adoração silenciosa na Capela das Irmãs. Além disso, agora eles podem assistir um vídeo, no auditório, que fala sobre a vida do Pe. Kentenich. Ao mesmo tempo, paralelamente, nós rezamos o Terço na Tenda. As pessoas podem escolher entre essas opções que oferecemos, como também podem rezar a Via-Sacra – há um livrinho de orações próprio –, ou fazer uma oração pessoal, enfim, seguir a programação que achar melhor”, destaca Ir. M. Márcia.

Somos templo de Deus, Santuários vivos

A Santa Missa é o ápice da romaria. Pe. Dayvid da Silva, da Paróquia Senhor Bom Jesus, de Diadema/SP, preside a celebração eucarística. Na homilia, ele reflete sobre a importância de viver os mandamentos. A frase do Evangelho de João – ‘O zelo por tua casa me consumirá’ – ganha uma dimensão mais ampla em sua interpretação: “Muitas vezes maculamos o templo santo de Deus, que não é só uma estrutura de pedra, mas, principalmente, a nós mesmos. A ganância, a inveja, a cobiça marcam de maneira negativa o templo santo que somos nós. Quando observamos os mandamentos de Deus, retiramos de nós tudo aquilo que não faz parte deste templo, e colocamos em nós apenas o espírito de Deus e nos deixamos conduzir por ele”.

Nesse Evangelho, Jesus expulsa do templo os cambistas, que comercializam num lugar sagrado: “Quem dera tivéssemos a mesma coragem de Jesus, sua mesma atitude, e não apenas em relação às coisas materiais, mas também sobre as questões morais e humanas”, comenta o padre.

No final da Santa Missa as pessoas coroam uma pequena imagem da Mãe Três Vezes Admirável, como Rainha de suas famílias. Há ainda uma homenagem especial para todas as mulheres, com a leitura de um texto escrito por São João Paulo II, encerrando esse dia todo feminino. Como presente do Santuário, cada mulher recebe uma rosa – é um presente e recordação de que estiveram na casa da maior mulher de todas no Dia Internacional da Mulher.