Missões no Sertão Pernambucano

27 de agosto de 2015

Schoenstatt em saída com a Mãe Peregrina.

pernambuco-campanhaIr. M. Eliane Cunha – Nossa querida MTA encontrou acolhida em toda a região Nordeste e por isso, sempre de novo, se abrem caminhos para a formação e evangelização. Sendo assim, de 8 a 16 de agosto aconteceram as Missões no Sertão Pernambucano, trabalhos realizados pela assessora local, Ir. M. Eliane Cunha, e por coordenadores da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt (CMPS), com palestras, cantos e formação, além de visitas à instituições com a imagem da Mãe.

O trabalho iniciou na cidade de Floresta/PE com a Jornada Diocesana. Participaram representantes de seis paróquias, sendo eles missionários da CMPS, integrantes do Terço dos Homens e religiosas de duas congregações que acompanham o trabalho com a Mãe e Rainha nas comunidades. O grande incentivador foi o Pe. Edson Fernando Ferraz, assistente eclesiástico dos Movimentos Marianos na Diocese. A experiência foi muito rica, pois há um bom tempo esta Diocese não recebia a visita de uma assessora.

Um dos frutos dessa Jornada foi a formação da Coordenação Diocesana da Campanha da Mãe Peregrina e a renovação do ardor pela missão. Seguindo viagem foi a vez da Diocese de Salgueiro/PE. Ali houve várias iniciativas de missão com a Mãe Peregrina: no hospital, nas escolas, paróquias e um abrigo de idosos, culminando com a Jornada Diocesana na Paróquia Sagrada Família, em Trindade/PE, duas horas além da sede da Diocese.

A coordenação paroquial se esmerou para receber os participantes e foi uma oportunidade muito importante de mergulhar mais profundamente na espiritualidade de Schoenstatt, no carisma da Aliança de Amor e resolver questões práticas. O assistente eclesiástico do Movimento na Diocese, Pe. José Lourival esteve com o grupo incentivando o assumir do apostolado junto à visita da Mãe, com o interesse das missionárias por cada família, colaborando com o trabalho de evangelização de toda a Diocese.

Podemos agradecer por tantas graças recebidas e por podermos contribuir na formação de discípulos missionários que, pela Aliança de Amor, são presença atuante nas diversas paróquias.

Fonte: tabormta.org