Matrimônio: uma aliança em quatro estações

10 de junho de 2015

A família como foco de apostolado no Movimento de Schoenstatt.

familiaIr. M. Nelly Mendes – Os casais do Rio de Janeiro podem aproveitar duas oportunidades especiais de reflexão e aprofundamento no matrimônio neste mês de maio, uma na capital carioca e outra em Niterói/RJ. Ir. M. Teresila Prates apresenta o tema “Matrimônio – uma aliança em quatro estações”, refletindo sobre as fases do casamento.

No dia 17 de maio, o Santuário Tabor Redenção da Família sedia o primeiro encontro, iniciando com a Santa Missa presidida pelo Pe. Frank Luiz Franciscatto e com a participação de 38 casais.

De maneira dinâmica e alegre, Ir. M. Teresila leva os esposos a uma reflexão sobre sua vida matrimonial e a beleza do sacramento, comparando as fases do matrimônio com as quatro estações do ano. “A primavera representa os momentos felizes em família, onde tudo corre bem. O verão é uma fase mais intensa, agitada, em que os cônjuges estão numa constante atividade, com filhos pequenos, trabalho, serviços do lar. O inverno representa as situações difíceis, as tensões e desilusões. O outono é uma fase mais madura, quando o casal passou por uma caminhada afetiva e já amadureceu em sua relação”, explica Ir. M. Teresila, e acrescenta: “Em cada uma dessas estações é preciso que haja diálogo entre os esposos, mesmo que de maneira diferente em cada uma delas”.

Após a apresentação do tema, os casais peregrinam por ambientes configurados de acordo com as quatro estações, refletindo sobre sua vida até o momento e dialogando entre si. Em uma das dinâmicas apresentadas, há a montagem de um cata-vento, quando cada um dos cônjuges escreve no papel do cata-vento, sem o outro ver, o que o companheiro representa para ele. De maneira muito singela e convicta, Jefferson e Thaís Nobile escrevem um para o outro: “Minha vida!”.

A satisfação pelo encontro é visível entre os esposos. Rinaldo e Maria Luiza Magdaleno agradecem pela oportunidade e ressaltam: “Foi lindo, alegre e com muito conteúdo; uma manhã muito proveitosa e tenho certeza que, mesmo com nossa vivência de 46 anos de casamento, muito aprendemos”.

Membros da Liga das Mães e da Liga de Famílias cuidam das crianças enquanto os pais participam do encontro, e no final todos se reúnem no Santuário, sob o olhar da Mãe Três Vezes Admirável, consagrando as famílias sob seus cuidados.

O mesmo encontro se repete em Niterói/RJ no dia 24 de maio, na Casa Pe. José Kentenich e 24 casais refletem e se aprofundam na relação conjugal. Impulsionada pelas palavras do Pai e Fundador – “Salvai a família, custe o que custar” – a Família de Schoenstatt do Rio de Janeiro vive a missão de seu Santuário Filial – Tabor Redenção da Família – e colabora para que se formem lares santos conforme o coração e o desejo de Deus.