“Maria é nossa Mãe”

11 de abril de 2015

Romaria da Diocese de Santo Amaro/SP ao Santuário.

romariaKaren Bueno – O sábado começa agitado no Santuário de Atibaia/SP, aos poucos vão chegando peregrinos e mais peregrinos para visitar a Mãe e Rainha. Logo o terreno fica tomado por 3.000 pessoas que trazem muitos anseios no coração, como explica a Srª Maria de Lurdes Santos: “A gente vem para agradecer e rezar pelas famílias que não vieram, é um prazer vir ao Santuário, pelo menos uma vez ao ano”.

11 de abril é dia da romaria da Diocese de Santo Amaro/SP, que fica na capital paulista. As orações começam diante do Cruzeiro, onde Ir. M. Bruna Sturba de Renzo comenta das coisas que os peregrinos devem levar na mochila: água, alimentos e um forte espírito de oração.

A procissão caminha até a imagem do Pe. Kentenich, onde pedem sua benção para o dia de romaria. Depois chegam até o Santuário, e, sob o olhar da Mãe Três Vezes Admirável, a multidão ocupa toda frente e as laterais da praça, se aproximando da capelinha onde Maria os espera.

Ali, do Santuário, a Mãe apresenta Jesus – sua principal missão. Diante dos milhares de peregrinos o Santíssimo é exposto e inicia-se a adoração, com momentos profundos de oração. Depois todos seguem em romaria com o Santíssimo até a Tenda, onde recebem a bênção.

Temos muito a agradecer

De muletas, a Srª. Maria Evangelista participa da programação. Ela conta que recebe a imagem da Mãe Peregrina dos Enfermos, e precisa agradecê-la pelas graças, por isso visita o Santuário: “Hoje foi um dia muito bom, muito especial, agradecemos pelo dom da vida e por tudo que a Mãe nos tem presenteado”.

Elvira Gomes Moreira também recebe a Mãe todos os meses em sua casa, por isso faz questão de visitá-la, e aproveita para rezar por sua família: “Já recebi muitas graças”, diz emocionada. A mesma alegria demonstra Elvira Maria de Melo, que chega ao Santuário pela primeira vez e diz que gostou muito de conhecê-lo.

Ela nos indica Jesus

A Santa Missa inicia animada. “Maria é nossa Mãe” é a frase que todos entoam numa só voz por diversas vezes junto com o coral. Entusiasmo e alegria são expressos de maneira visível nos rostos, que se alegram por serem acolhidos pela MTA.

A Missa votiva a Nossa Senhora tem toda liturgia voltada a ela. Na homilia, Pe. Vicente Gilson dos Santos, da paróquia Nossa Senhora da Esperança, reflete sobre o papel de Maria na Igreja: “Maria não quer e nem vai tomar o lugar de Jesus em nosso coração, ela nos indica Jesus. Adoramos somente a Deus na Santíssima Trindade, mas amamos profundamente Maria; ela vem lembrar-nos daquilo que Jesus anunciou já que, como Mãe, quer que todos se salvem”.

No final da celebração todos podem coroar a imagem da Mãe que adquiriram, como Rainha de suas vidas, de suas famílias, de seus corações. E animados seguem para os lares – depois de serem abrigados e transformados, agora caba a cada um ser missionário no dia-a-dia, para isso a Mãe os envia.