Mais um Santuário inaugura a estátua do Pai

26 de outubro de 2015

Dádiva pelos 15 anos do Santuário Tabor Fonte de Vida Nova.

pai poçosIr. M. Gislaine Aparecida Lourenço/Karen Bueno – O dia da Aliança de Amor em Poços de Caldas/MG é repleto de gratidão, alegria e fidelidade à missão. Como Família Fonte de Vida Nova, com tantos peregrinos vindos dos sete setores da Diocese de Guaxupé/MG e de dioceses vizinhas, o Santuário abre as portas para acolher cerca de 1.500 pessoas que renovam nesse dia sua consagração à Mãe de Deus como missionárias do novo século.

Na certeza de que “jamais vai perecer quem permanece fiel à Aliança de Amor”, a Família de Schoenstatt festeja os 15 anos do Santuário e oferece como dádiva duas especiais conquistas: a estátua do Pai e Fundador, Pe. José Kentenich, e as placas internas do sacrário que têm inscritas as cenas do Ofício de Schoenstatt.

Contigo Pai, Família em Aliança

Para iniciar o dia junto com Jesus, a Água Viva que sacia tantos corações sedentos, o primeiro marco da manhã é devolver o tabernáculo restaurado para o Santuário, em seguida segue a adoração e bênção do Santíssimo.

Neste dia da Aliança, 100 missionários da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt selam sua Aliança de Amor, entregando os corações à Mãe e Rainha, entre eles se consagra também o Pe. Gentil Lopes de Campos Júnior, da Paróquia Santa Barbara, de Guaranésia/MG. Os missionários são das cidades de Guaranésia, Alfenas, Guaxupé, Cabo Verde, Campestre, Fama, São Tomas de Aquino e Poços de Caldas, todos de Minas Gerais. Outra dádiva nesse dia são 20 famílias de Três Barras, Alfenas, Machado, Campestre, Guaxupé e Botelhos que instituem Santuário-Lar. E todos os que estão presentes acompanham e renovam sua Aliança de Amor à sombra do Santuário.

A manhã encerra-se com a colocação da estátua do Pai e Fundador em seu lugar definitivo. Com gratidão, a Família de Schoenstatt renova o compromisso com a missão e diz confiante:

“Pai e Fundador aqui está tua Família Fonte de Vida Nova: Liga e União de Famílias;
Liga e União das Mães; Liga Feminina de Schoenstatt; Juventude Apostólica: Jumas e Pioneiros, Jufem e Apostolas Luzentes de Maria; Irmãs de Maria de Schoenstatt; Campanha da Mãe Peregrina; famílias que recebem a Mãe Peregrina; funcionários, voluntários e benfeitores do Santuário”.

Agora todos que ali chegarem poderão contemplar a imagem do Fundador e estar mais próximos de sua presença paterna. Esta estátua diz sim para um novo caminho, sim para uma nova iniciativa de Deus, sim para uma nova Aliança, para que nasçam homens novos a partir deste lugar, do Santuário, para que sejam transformados pela Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt.

Santidade e missão

No período da tarde todos rezam o Terço em agradecimento às maravilhas que Deus, o Pai rico em misericórdia, realizou no Santuário Fonte de Vida Nova. Os mistérios contemplam as conquistas, vitórias e alegrias alcançadas no decorrer dos 15 anos de inauguração deste Centro Tabor. Cada Ave Maria é uma ação de graças, uma pedrinha que adorna a coroa da Rainha de Schoenstatt.

A culminância deste dia abençoado é a Santa Missa, presidida pelo Pe. Edson Vallim Dainezi, da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Vargem Grande do Sul/MG, Diocese de São João da Boa Vista/MG. Concelebram o Pe. Heraldo Freitas Lamin, da Paróquia Sagrado Coração, de Poços de Caldas/MG, e Pe. Gentil Lopes de Campos Júnior, da Paróquia Santa Barbara, de Guaranésia/MG.

Na homilia Pe. Edson salienta a importância do Santuário em sua vida, sua vivência da Aliança de Amor com a Mãe e Rainha e a grande alegria de poder celebrar junto com tantos peregrinos os 15 anos do Santuário. Do Evangelho ele mostra o Cristo humilde, que veio para servir e não para ser servido, que preza a doação da própria vida, ao invés de honrarias e recompensas terrenas. “Assim deve ser o testemunho de cada um de nós, dos missionários da Mãe Peregrina e de cada família cristã. Viver a Aliança de Amor é buscar o bem do próximo, ajudá-lo a descobrir Jesus em sua vida, dentro da sua família, sem esperar recompensa. Viver a Aliança de Amor é ter a atitude de Maria, que por ser Serva do Senhor – “faça-se em mim segundo a sua vontade” – agradou ao Altíssimo”.

Os missionários e famílias da Campanha da Mãe Peregrina aguardam ansiosos para presentear novamente a coroa à Mãe de Deus, agora com um brilho renovado. O final da Santa Missa é um momento de júbilo e alegria porque, como filhos, todos manifestam à Mãe o amor e a fé em sua materna intercessão por meio da coroa.

Além dos missionários, várias famílias levam quadros da MTA para coroarem, também os pequenos missionários da Campanha infanto-juvenil. Pe. Edson, Pe. Gentil e Pe. Heraldo coroam juntos a Mãe Peregrina Auxiliar e todos entoam a súplica: Rainha, aceita a coroa! Reina, vence e triunfa em nossos corações, em nossas famílias, em nossa Pátria e neste terceiro milênio!

Com jubilo, é viva a certeza entre todos: “Este é o dia que o Senhor fez para nós: alegremo-nos e nele exultemos!” (salmo 117).