Mãe, Feliz Dia!

12 de maio de 2016

À Mãe e às mães com todo carinho.

mae feliz dia

Jumas de Ibiporã

Leonardo Pelisson de Souza – Na madrugada deste Dia das Mães, 8 de maio, horas antes do despertar das cidades, e mais especialmente das mães, a Juventude Masculina de Schoenstatt (Jumas) de Ibiporã/PR, Cornélio Procópio/PR, Londrina/PR, Guarapuava/PR e São Sebastião da Amoreira/PR já estava em pé. Depois de se reunirem na Casa do Movimento ou no Santuário de suas respectivas cidades, passam por um momento de espiritualidade, refletindo a respeito de Maria, suas características e o real valor a ser dado às mães terrenas. Então, em seguida da vivência, organizados em grupos, com carros de apoio, estampas da Mãe de Deus impressas em papel – que levavam a frase “Mãe, Feliz Dia!” –, muito amor e muita fita adesiva, a homenagem estava prestes a começar.

jumas

Jumas de Cornélio Procópio

Divididos em grupos, eles saíam às ruas para colar cartazes nos postes, desejando um “Feliz Dia” para as mães. Cada grupo possuía ruas pré-determinadas que eram de sua responsabilidade. Entre os meninos, uns cortavam fitas, outros separavam os encartes e assim, na madrugada, fixavam o sorriso da Mãezinha em cada canto da cidade, com o objetivo de prestar homenagem à ela, a Mãe de Deus, e à todas as mães que, nesse domingo, iriam se levantar, abrir suas janelas e encontrar um pequeno gesto de carinho.

O evento “Mãe, Feliz Dia!” já acontece há muitos anos, em várias cidades simultaneamente. Em Ibiporã, cidade do norte do Paraná, a Juventude Masculina esteve, em 2016, com 36 rapazes participando desse lindo gesto. Tal acontecido contou com a presença de integrantes das primeiras gerações do Jumas na cidade de Ibiporã.

jumas 2

Jumas de São Sebastião da Amoreira

Otávio Cezarini Ávila compartilha: “O ‘Mãe, Feliz Dia!’, faz parte da minha construção como schoenstattiano. Desde os primeiros anos de Jumas, até esta minha ultima participação em 2016, foram momentos bonitos de encontro com irmãos de ramo e com a Mãe. Junto com os campeonatos de futebol, este é o evento em que vemos a ‘cara do ramo’, com o diferencial que, aqui, nos encontramos em um espírito mariano profundo. Neste ano pude ver caras novas, em todos os sentidos, e me alegrei em sentir que a juventude se renova por amor à Maria! Levo o agradecimento, não só à Mãe, por me mostrar Schoenstatt, mas também aos novos líderes, que nos premiaram com uma carinhosa acolhida e uma emocionante espiritualidade”.

Desde a manhãzinha de domingo as mães podiam contemplar a homenagem, estampada em vários locais da cidade. É como um “presente surpresa”, que aparece de um dia para o outro e diz: Mãe, feliz dia!