Mãe e Rainha das Vocações

20 de abril de 2016

Maria acompanha seus filhos sacerdotes.

padre

Pe. Antônio José do Nascimento e o futuro diácono Francisco Alves de Souza

Haleph Ferreira/Karen Bueno – A Mãe e Rainha é a Mãe de Misericórdia dos sacerdotes e isso se comprova a todos que lhe confiam sua vocação. Na noite de 12 de abril, no Sitio Alto Vermelho em Mauriti/CE, foi instituído um novo oratório da Mãe e Rainha na casa do Pe. Antônio José do Nascimento, pároco da cidade de Aurora/CE, da Diocese de Crato/CE. A comunidade foi convidada a participar da celebração de inauguração desse local, que é consagrado à MTA na intenção especial das vocações.

Pe. Antônio conta que a Mãe e Rainha o acompanha desde o início da sua vida sacerdotal: “Um ano depois de minha ordenação, fui transferido para Juazeiro do Norte/CE e lá a Campanha da Mãe Peregrina é muito organizada. Sempre no aniversário do grupo, celebrávamos uma Missa na rua e era muita gente, parecia as Santas Missões [Populares]”.

oratorio

De sua parte, ele apoia e estimula os trabalhos do Movimento Apostólico de Schoenstatt, como conta: “Depois de cinco anos fui convidado para ser coordenador [assistente eclesiástico], mas eu era religioso e estava para acontecer o Capítulo Provincial e as transferências seguem nesse período, assim, não aceitei o convite. Mas, por onde passo, tento apoiar o Movimento, pois tenho muito amor pela Mãe”.

Um grande impulso em seu ministério vem da visita que fez ao Santuário Original, em Schoenstatt/Alemanha. De lá ele trouxe a estampa que está no Oratório. “O amor que sempre tive pela Virgem foi se solidificando cada dia mais, isto é, entre eu e a Mãe e Rainha existe algo que não sei explicar”.

Na instituição do novo Oratório houve uma Missa presidida pelo padre, com a participação de fiéis e devotos da Mãe e Rainha, que foram prestigiar e homenagear a grande Mãe.

Na ocasião, Pe. Antônio contou um caso concreto do amor da Mãe de Deus em sua vida: “A morte de meu pai aconteceu no dia em que a Mãe Peregrina visitava nossa família. No dia seguinte eu estava muito desolado, sentado na sala, quando olhei para a Mãe, me senti atraído a me dirigir até a mesa onde estava a Bíblia; abri e meu olho bateu no versículo: ‘Hoje mesmo estarás comigo no paraíso’. Então, na mesma sala, construí o Oratório da Mãe”.

O Oratório é um lugar de oração, de encontro com Deus. Os Oratórios de Schoenstatt levam a estampa da Mãe Três Vezes Admirável e já são construídos no Brasil há muito tempo – o próprio Pai e Fundador, Pe. Kentenich, visitou alguns deles no Rio Grande do Sul – geralmente colocados em lugares públicos, como capelas e paróquias. Aqueles que passam diante da imagem da MTA são estimulados a recordar-se do Bom Deus e elevar uma prece a ele.