Lafs: Ser mulher aqui e agora

2 de agosto de 2016

Encontro do ramo no regional Paraná.

lafsMariana Pereira/Mariane Fiorini – Nos dias 23 e 24 de julho, no Santuário Tabor Esmagadora da Serpente, em Londrina/PR, aconteceu o encontro da Liga Apostólica Feminina de Schoenstatt (Lafs) para recepção de novas jovens. Na ocasião foram apresentadas linguistas de Londrina, Cornélio Procópio e Jacarezinho, no Paraná.

Nesse encontro, a reflexão se deteve sobre a figura da mulher no tempo atual, com destaque para uma ‘mesa redonda’ com o tema: “Ser mulher aqui e agora”. Nela, algumas integrantes do Movimento Apostólico de Schoenstatt – Liga das Mães e Liga de Famílias – falaram sobre o papel de cada uma na vida profissional e pessoal, indicando como o Movimento lhes ajuda nessa luta.

Para completar a conversa, Sandra Helena da Cruz, linguista do regional Sudeste, colocou algumas reflexões sobre o papel da mulher no mundo de hoje, dizendo como a Liga Apostólica deve lutar por seus direitos, sem perder a essência feminina. As novas jovens tiveram ainda um rito de passagem simbólico, um “trote”, para ingressar no ramo da Lafs.

No domingo, dia 24 de julho, Ir. M. Jacinta Donati, assessora regional do ramo, falou sobre a importância da Liga Feminina para o Movimento Apostólico de Schoenstatt e qual o trabalho por ela desenvolvido. Ao final do encontro, todas são enviadas a levar o fogo da missão. Esse momento foi realizado no Santuário, onde receberam a benção sacerdotal do Pe. Carlos Shimura e o fogo da missão das mãos de umas das primeiras liguistas no Brasil, Srta. Marina Zukeika Scalassara.