Gratidão pela parceria

27 de março de 2015

Visita da Equipe 2014 para Mons. Jonas Abib

jonasIr. M. Nilza P. da Silva – Desde as celebrações do centenário,  em outubro de 2014, os representantes da Equipe 2014, que coordenou as celebrações, divulgação e peregrinação referentes ao jubileu, busca uma data que coincidisse com um espaço na agenda de Mons. Jonas Abib, Fundador do Instituto João Paulo II.

O objetivo é agradecer diretamente a ele, pela Canção Nova, que atuou em parceria com o Mov. Apostólico de Schoenstatt, no Brasil, para a divulgação e transmissão do grande acontecimento de graças: cem anos da Aliança de Amor. A Mãe de Deus fez com que esse encontro se realizasse justamente no dia de sua festa, Anunciação,  na tarde de 25 de março, em Cachoeira Paulista/SP.

Ela tem lugar de honra 

Vivenciamos momentos de partilhas e gratidão pela atuação da Divina Providência, que desde a fundação da Canção Nova, a uniu ao Santuário de Schoenstatt. Mons. Jonas diz que desde o início, ainda quando tinha apenas uma rádio de pequeno alcance, consagrou-se à Mãe e Rainha e também a sua fundação, para que ela o acompanhasse nessa missão e usasse a Canção Nova para evangelizar. Como sinal dessa entrega, uma imagem da MTA foi entronizada dentro do estúdio, de modo que todo locutor falasse ao microfone, olhando para ela. Que a Mãe de Deus aceitou o ato e abençoou a fundação se torna evidente pela dimensão que a Canção Nova alcançou. No entanto, quem chega ao estúdio atual da rádio, encontra ainda ali a mesma imagem da MTA e na mesma posição em que foi entronizada no início. Mas, a encontramos também em quase toda parte da Fundação João Paulo II, porque ela conserva um lugar de honra no coração do Fundador.

Uma parceria que não termina

Mons. Jonas conta que assistiu as transmissões do centenário e sabia comentar detalhes desse trabalho em parceria com o Mov. Apostólico de Schoenstatt. Quando tentávamos expressar nossa imensa gratidão, pelos grandes serviços que generosamente a Canção Nova nos prestou, ele simplesmente dizia: “Nós não fizemos nada. Ela merece muito mais!”  No entanto, cada um de nós sabe o quanto a Canção Nova fez nessa parceria e nenhuma expressão de gratidão é o suficiente para lhes retribuir. O Fundador pede apenas que rezemos por ele e sua Obra.

Alegramo-nos que essa parceria pelo centenário gerou vínculos ainda mais profundos e podemos continuar juntos no empenho para que as mídias sejam meios pelos quais Jesus e a querida Mãe vão ao encontro de seus filhos, levando mensagens capazes de promover um encontro pessoal com o amor misericordioso do Pai. Estamos juntos, como Igreja em saída, indo ao encontro dos irmãos, para que se forme a Cultura da Aliança.

  • ALEXANDRE STECK CAITANO

    MEU CORAÇÃO SE ENCHEU DE ALEGRIA, POR ESTA PARCERIA,. EXEMPLO DO QUE É SER IGREJA !!!