Gratidão e alegria pelo chamado de Deus

7 de abril de 2013

A alegria de Maria continua a ressoar

DSC04365

Ir. M. Flávia Victor Dias - Ao olharmos a vida da Mãe de Deus nos detemos na grande hora de júbilo em que, na casa de Isabel, ela entoou o Magnificat, um hino de louvor e gratidão a Deus pelas maravilhas que Ele operou em sua vida, escolhendo-a para ser a Mãe do Salvador.

Maria é nosso testemunho de alegria, gratidão e humildade, pois diante da grande e difícil missão que recebeu de Deus ela se entregou totalmente na certeza de que as grandes obras são realizadas por Deus e Ele utiliza-se de pequenos instrumentos, de pessoas humildes. Deus utiliza-se de mim e de você na construção de seu Reino!

Hoje, Maria continua a entoar o Magnificat nos jovens e nas jovens que ouvem o chamado de Deus e livremente dão o seu SIM.

Quantas vezes nos questionamos diante do chamado: Porque Deus me chama? Porque eu? Não possuo capacidades para tão grande missão! Maria também vivenciou esta situação quando ela, uma simples jovem de Nazaré, recebe de Deus o chamado para ser a Mãe do Salvador. Desde o início do mundo Deus já havia escolhido Maria, Ele a preparou criando-a sem a mancha do pecado original para que ela pudesse realizar tão grande missão. Mas, ela desconhecia estes privilégios e num dado momento da história o anjo lhe traz a proposta: Ela devia ser a Mãe de Jesus! Primeiramente ela questiona, quer saber como acontecerá, mas logo dá sua resposta! E se alegra que mesmo diante de sua humildade Deus a olha com benevolência. Ela não duvida da vontade de Deus, simplesmente agradece porque foi eleita e escolhida.

Nosso Fundador, o Padre José Kentenich referindo-se a este momento diz: “Porque ela (Maria) se assusta? Porque está consciente de que não merece tal coisa! Como ela pensa de si mesma com humildade. Quanto mais ela percebe seus limites puramente pessoais, tanto mais jubilosa, reconhece também que o grande, o onipotente Deus operou grandes coisas nela. E com isto se alegra…” (1933)

Não devo me alegrar e entoar um hino de gratidão quando Deus coloca em meu coração o desejo de abraçar a vida consagrada? Não teria Ele uma grande missão para mim?

Antes que eu fosse gerada no seio de minha mãe, Deus já havia pensado em mim e na minha vocação e neste exato momento da história ele me convida a assumir a vida consagrada, pois ele me preparou para isto. Ele deseja ver jovens que se assemelhem a sua Mãe e assumam a sua missão neste mundo.

Qual é a missão da Mãe de Deus?

Colaborar na obra da Redenção! Esta missão acabou quando Cristo ressuscitou? Com certeza não! Ela continua acompanhando a Igreja de Cristo. E hoje, por meio de nós ela quer levar muitas pessoas a Cristo.

Ela precisa de mim para continuar sua missão!

Como Irmãs de Maria de Schoenstatt queremos ser presença de Maria no mundo.

Nossa missão no mundo é “SER VIVA PRESENÇA DE MARIA” e como a Mãe de Deus na visita a sua prima Isabel queremos servir os Irmãos e Irmãs, atuando nos diversos campos profissionais e ajudando-os na conquista de uma vida espiritual que se reflete nas atitudes diárias no meio da sociedade.  “A Irmã de Maria espelha seu agir na Mãe de Deus, de quem deseja ser constante indicação de caminho.” (Beato João Paulo II)

Mas este serviço deve ser animado de alegria e amor, pois como Irmãs de Maria nos entregamos a Cristo e por isso somos felizes, a exemplo da Mãe de Deus quando exclamou: “A minha alma engrandece ao meu Senhor. E meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador!” (Lc.1,)

Como pessoas humanas nos sentimos pequenas diante deste chamado, mas confiamos que a Mãe de Deus nos ajuda a cumprir tão preciosa missão. Ela mesma experimentou esta realidade e pode exclamar: “Porque olhou para a humildade de sua pobre serva; doravante todas as gerações me chamarão bendita, porque o Poderoso fez em mim maravilhas, Santo é o seu nome!” (Lc 1…)

Assim, hoje, a Mãe de Deus busca jovens que querem assumir esta missão: Ser presença de Maria no mundo!

  • Joana D’arc

    Parabéns pelo Sim. Que o Espírito Santo as ilumine sempre e que a alegria de Maria refletida em vocês possa contagiar cada dia mais jovens para essa Vocação.
    Ir. M. Josiane um abraço caloroso. Diocese de santos.
    Luciano Porto e Joana D’Arc

  • Alessandra Veras

    Aah, belezinha essas meninas, viu?! *-* Que nossa querida Mater continue guiando seus caminhos!!! Saudades!!