Festa no Santuário de Garanhuns/PE: 11 anos de graças

7 de maio de 2015

Um dia para agradecer a Mãe e Rainha.

santuario-garanhunsIr. M. Eliane Cunha – Nos dias 18 e 19 de abril de 2015, é celebrado em Garanhuns/PE o 11º aniversário do Santuário Tabor Santidade de todos os dias. Com muita festa a Família de Schoenstatt chega de longe, de outros estados, para agradecer e render graças a MTA por sua presença que acolhe, transforma e envia os filhos.

No sábado, dia da Aliança e do aniversário da inauguração, são recebidos cerca de 1.000 peregrinos, que chegam dos estados de Sergipe, Ceará, Alagoas e Pernambuco. A Santa Missa solene das 15 horas é presidida por Pe. Marcos André Gomes, coordenador de pastoral da Diocese de Garanhuns e pároco da comunidade Santa Teresinha do Menino Jesus. Desde o início da celebração ele entusiasma os participantes e leva todos a refletirem sobre o grande dom que Deus presenteou a Garanhuns e a toda região Nordeste pela presença da Mãe e Rainha no Santuário.

Na homilia, Pe. Marcos recorda o grande número de pessoas que estavam presentes no dia da inauguração do Santuário: “11 anos depois, aqui viemos como testemunhas do que este Santuário tem realizado na vida de tantas pessoas, e também na nossa vida. 11 anos de evangelização, 11 anos do anúncio da Boa Nova por intercessão da Mãe e Rainha. Aqui viemos renovar nossa Aliança de Amor com ela”.

Depois da Santa Missa há uma romaria até o Santuário, onde é feita a renovação da Aliança de Amor e a oferta do Capital de Graças.

Um Santuário com traços nordestinos

garanhuns

No domingo, desde cedo são acolhidos ainda mais peregrinos, agora vindos também dos estados da Paraíba e Rio Grande do Norte. Cerca de 2.000 pessoas participam das programações.

A primeira Santa Missa do dia é presidida por Pe. Francisco de Assis Gabriel, da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Como membro da comunidade dos Redentoristas, Pe. Francisco celebra uma Missa tipicamente missionária, conduzindo os participantes a uma reflexão e adesão profunda ao Ressuscitado. Ele agradece pelo Santuário e pelas Irmãs de Maria que nele trabalham.

Após a Missa há uma apresentação cultural típica da região, o Reisado juvenil, conduzida pelo Mestre Gonzaga de Garanhuns. O povo acompanha com muita alegria e alguns até repetem os passos da dança.

Maria: missionária da Aliança

A segunda Missa celebrada neste domingo é presidida por Pe. Silvano Machado da Silva, capelão do Colégio Diocesano de Garanhuns. Ele traz presente a missão de Maria, desde a Anunciação, sua participação na Nova e eterna Aliança, na Visitação, nas Bodas de Caná, ao pé da Cruz, no Cenáculo e hoje, nos Santuários de Schoenstatt. Após esta celebração é rezado o Santo Terço, com a participação dos peregrinos.

A Santa Missa de encerramento é presidida pelo Pe. Aluísio Coleta, reitor do Seminário Propedêutico de Garanhuns. Com muita animação, ele fala sobre a participação de Maria na vida do Ressuscitado e na História da Salvação, especialmente como a primeira testemunha.

Por fim todos cantam o Magnificat, agradecendo à Mãe por tudo que tem realizado nesses 11 anos de atuação no Santuário Tabor Santidade de todos os dias, por todas e pelas bênçãos derramadas nesta festa especial.

Fonte: tabormta.org