Faz-se o céu na terra: Perpétua no Instituto de Famílias

19 de janeiro de 2016

Novas vocações consagradas a serviço de Schoenstatt.

instituto de familiasKaren Bueno – É tempo de festa e gratidão para o Instituto de Famílias de Schoenstatt. Com toda comunidade reunida em sua jornada anual, os casais acompanham nesse sábado, 14 de janeiro, a consagração Perpétua de quatro vocações:

André e Alessandra Ferreira
João Paulo e Silvia Guimarães
Ronaldo e Adriana Cominato
Daniel e Miriam Bueno

Juntos eles formam o VII Curso do Instituto no Brasil, cujo ideal é “Faça-se o Céu na Terra, para a Redenção do mundo”.

“Foi um tempo muito rico de formação, em que pudemos beber muito da fonte que é o Instituto de Famílias. Nós recebemos muito da nossa comunidade e agora é o momento de nós também ‘arregaçarmos as mangas’ para trabalhar pelo ideal que temos. Que estejamos sempre muito unidos no sangue de Cristo para levar nossa missão ao mundo”, diz Ronaldo Cominato e a esposa complementa: “Temos o sentimento de que coroamos uma etapa e que o melhor está por vir, é uma sensação de que agora é tempo de saída, de se doar pela comunidade, para a Igreja, para o mundo”.

Sobre a missão do Curso, João Paulo Guimarães explica: “Nós temos como ideal de curso, pela nossa vida familiar de pais e esposos, fazendo tudo aquilo que Deus nos pede como um matrimônio cristão, fazer um céu na terra, isso começando dentro das nossas casas. Também estendemos isso ao nosso Curso, nessa vinculação para se formar uma comunidade santa”. Silvia Guimarães acrescenta: “E com esse ‘céu na terra’, a partir da vida familiar, nós queremos mostrar para o mundo que é possível ser feliz sendo família, como Deus sonhou, apesar dos problemas e dificuldades”.

Todo esse processo é acompanhado pelos filhos, que experimentam em seu lar a vivência da Sagrada Família. “Entendo que nossos filhos são privilegiados, porque desde o começo puderam estar conosco nessa caminhada. O melhor que pudemos transmitir do Instituto é o exemplo e, a partir de agora com a Perpétua, mais ainda. É importante ver como eles se espelham em nós, em nosso Curso, isso já é uma realidade”, diz Alessandra Ferreira.

O que é uma consagração Perpétua no Instituto de Famílias?

“A consagração-contrato Perpetua é uma consagração em que as famílias assumem para o resto de suas vidas um compromisso com a comunidade e se tornam, juridicamente, membros permanentes do Instituto de Famílias”, explicam os formadores do Curso, Ronaldo e Angélica Hashimoto.

“Quando a gente aceita a vocação, o chamado ao Instituto de Famílias, damos um sim para uma caminhada rumo a uma incorporação perpétua à comunidade. Isso acontece com períodos de formação que sempre culminam com uma consagração. O que muda agora, a partir do contrato Perpétuo, é que nós estamos oficialmente inseridos na comunidade do Instituto de Famílias de Schoenstatt, depois de um longo período de formação, de maneira perpétua, para sempre”, explica Daniel Bueno.

Os superiores do Instituto no Brasil, José Roberto e Bernadete Nassif, comentam: “Até o contrato Perpétuo, a comunidade teria mais direito de dizer: ‘Olha, nós acreditamos que para sua felicidade, sua vocação não está aqui’. Já com o contrato Perpétuo temos um longo caminho percorrido e uma confiança mútua entre a comunidade e as famílias, então podemos dizer: “Agora vamos juntos, para sempre”.

Quais são os passos para se chegar a essa consagração?

O tempo de formação no Instituto de Famílias até a consagração-contrato Perpétua pode variar, mas em geral dura em torno de dez anos. O período formativo é dividido em várias etapas e consagrações-contrato temporárias. Os candidatos ao Instituto precisam passar, em sua formação, pelo Postulado, Noviciado e dois Terciados até assinar o contrato definitivo com a comunidade.

Para conhecer melhor o Instituto de Famílias e entrar em contato acesse: institutodefamiliasdeschoenstatt.blogspot.com.br