Famílias de Schoenstatt a serviço da Igreja

25 de maio de 2016

Casais participam do Simpósio da Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

familia

Famílias de Schoenstatt junto com Dom João Bosco

Karen Bueno – Representantes da Obra das Famílias de Schoenstatt participam neste final de semana da 8ª Peregrinação e 6º Simpósio Nacional da Família. Os eventos são organizados pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família (CEPVF) da CNBB e a Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF). Com o tema “Família e Misericórdia: se encontram no coração da Mãe”, a peregrinação familiar ocorreu em Aparecida/SP, sob o olhar da Padroeira do Brasil, nos dias 22 e 23 de maio.

A abertura do Simpósio é apresentada por Dom João Bosco Barbosa de Sousa, presidente da CEPVF. Durante o encontro são debatidos diversos assuntos, com a presença de especialistas, bispos, padres e casais. Entram como pauta, entre outros, o aborto, a promoção e defesa da vida, a situação das famílias feridas e fragilizadas e o acompanhamento de adolescentes e jovens. A programação inclui ainda o testemunho de casais e animação musical.

O casal Ronaldo e Angélica Hashimoto, do Instituto de Famílias de Schoenstatt, comenta a participação do Movimento Apostólico de Schoenstatt no evento: “A importância é estarmos presentes na Igreja, como nosso Pai e Fundador nos pede; estarmos junto às iniciativas promovidas pela CNBB para as famílias”. Eles interpretam: “Nesse Simpósio, pudemos participar, conhecer pessoas, estar por dentro das ações e iniciativas da Pastoral Familiar, conhecer materiais, rezar juntos, ter vivências e escutar testemunhos e, a partir daí, podermos pensar melhor em como podemos estar a serviço das famílias”.

Durante o dia houve palestra com Dom João Bosco, Bispo de Osasco/SP, sobre o tema “O amor na família: Missão da Igreja nas famílias e missão das famílias na Igreja”. Dom Wilson Tadeu Jönck, Arcebispo de Florianópolis/SC, fala sobre o “Amor na família: Uma compreensão da situação de famílias feridas e do acompanhamento pastoral”. Os dois são responsáveis pela Pastoral Familiar e ambos refletiram à luz da exortação apostólica Amoris Letitia, do Papa Francisco. Outro tema importante é tratado na conferência de Pe. Hélio Luciano, “A vida nascente pede Misericórdia: A promoção e defesa da vida no contexto sócio-político atual”. Angélica e Ronaldo apontam: “A Igreja está em saída, temos que ir ao encontro e, acima de tudo, acolher”.

Para a assessora da Liga de Famílias de Schoenstatt do regional Sudeste, Ir. Lucia Maria Menzel, essa é uma oportunidade de se colocar a serviço: “Nos encontros da Central Nacional de Assessores do Movimento, vimos a importância de nos fazermos presentes nos encontros nacionais [da Igreja]. Se nós não participamos, é como se não existíssemos para a Igreja. Precisamos ir, também, para levar o nosso carisma como contribuição. Quando nos colocamos presentes e participamos, dizemos que estamos a serviço, que queremos ajudar a Igreja”.