Em Santos, pároco acompanha a Mãe Peregrina…

10 de agosto de 2015

e preside a santa missa no lar de uma famíliaSAMSUNG CAMERA PICTURES

Janete Farah Flórido/Ir. M. Nilza P. da Silva – Somos e devemos ser uma Igreja em saída, segundo Papa Francisco. Jesus enviou os discípulos para levar o Evangelho a todos os cantos da terra. A missão continua neste século, em que o vigor missionário enfraquece. É por isso que Frei Claudemir Vialli, da Paróquia Santo Antonio do Embaré, Santos/SP, em 17 de julho, acompanhou os missionários da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt até a residência de Angelina Mayercuperlo, uma família que recebe a Mãe Peregrina, e ali presidiu uma santa missa.

Missionários e famílias organizaram esse encontro especial. Cerca de 28 pessoas, que também recebem a Mãe Peregrina, participaram da celebração. O local estava devidamente preparado com a  imagem da Mãe Peregrina adornada com botões de rosas vermelhas, brancas e amarelas. Na ampla sala, foi formado um círculo de modo que todos pudessem participar da celebração com cantos que a enriqueceram.

Frei Claudemir elogiou a receptividade da Sra. Angelina. Disse que o amor estava ali e comparou o encontro com as reuniões que eram feitas na época das primeiras comunidades cristãs. “Aqui, não é simplesmente uma casa, mas o templo, pois nos reunimos como Igreja”, disse o frei.

Mencionou a importância da primeira leitura em Ex 11,10-12,14. “Moisés preparou o povo para a passagem da escravidão para a liberdade, e se utilizou de um cordeiro para marcar as portas. Jesus se faz Cordeiro e nos diz que Ele é o Cordeiro sem mancha, puro e sem pecado na Santa Eucaristia”, explicou.

Ao final da celebração, cantaram o hino da Mãe Peregrina, Angelina serviu um lanche e presenteou uma rosa para cada um.

  • Joana D’Arc de Abreu

    São atitudes como esta do Frei Claudemir que nos impulsiona ainda mais a evangelizar com a Mãe Peregrina, temos que ser ousados na Missão, ir à frente, tomar a iniciativa sem medo, ir ao encontro, procurar os afastados e oferecer misericórdia.
    Parabéns Frei Claudemir Deus o abençoe, o Espírito Santo lhe envolva e a Mãe Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt lhe proteja.
    Joana D’arc – Diocese de Santos – SP