É muito importante encontrar a Mãe

20 de março de 2015

Por isso viemos de tão longe.

peregrinosKaren Bueno – O sotaque do Pernambuco faz-se ouvir pelo Santuário de Atibaia/SP. Risos, orações, conversas, cânticos: são os peregrinos de Petrolina/PE que buscam o olhar da Mãe e Rainha. A temperatura amena contribui para o clima de oração – é hora de deixar-se envolver pela santidade do lugar, se colocar nos braços de Maria, afinal, “é muito importante encontrar a Mãe, por isso viemos de tão longe”, diz Josefa Araújo.

Os 29 peregrinos ficam na Casa Schoenstatt Tabor na quinta-feira, 19 de março, e aproveitam bastante o dia, afinal, nesta sexta-feira partem bem cedinho para casa. É dia de São José, dia de festa para a Igreja, por isso agradecem, reunidos no Santuário, pelo testemunho e exemplo do esposo de Maria.

Por ser época de Quaresma, a ocasião é propícia para rezar a Via Sacra. A caminhada pelo centro de Schoenstatt percorre a dor e o sofrimento de Cristo, e todos se colocam como colaboradores de Jesus, ajudando-o a carregar a cruz. “Além de sentirmos a presença da Mãe no Santuário, o ambiente, o lugar, a beleza levam à oração”, diz o coordenador da romaria, Jackson Rosendo.

Segundo Jackson, muitas pessoas pedem para visitar o Santuário de Atibaia/SP e quando passam por ele, a peregrinação torna-se diferente, ganha um significado maior.

Pe. Adilson Simões acompanha o grupo, é o guia espiritual; ele se alegra com a romaria: “É um prazer muito grande estar aqui, porque eu sou sacerdote pelas mãos de Maria. Minha mãe me consagrou a Nossa Senhora, então sou um padre mariano”. Sobre a filialidade do povo à Mãe, ele acrescenta: “A devoção à Virgem Maria está intrinsecamente ligada à história da Igreja, ela reuniu os primeiros discípulos e a efusão do Espírito Santo, no Cenáculo, se deu na presença dela. É impossível separar Maria da Igreja”.

O padre comenta sobre os Santuários, os locais de experiência de fé: “Santuários são lugares escolhidos por Deus, não se trata de fundações humanas, Deus é que se revela às pessoas e as conduz para fundá-los. Assim acontece aqui. A prova de que esse é um lugar de Deus são as peregrinações”.

Schoenstatt é um Movimento conhecido pelos pernambucanos, a Mãe está presente nesse estado, por isso a vontade de conhecer o Tabor da Permanente Presença do Pai é grande: “Nós temos dois Santuários de Schoenstatt no Pernambuco, e queríamos conhecer o de Atibaia/SP. Esta é a terceira vez que viemos e gostamos muito da beleza do lugar. A mística é a mesma, todos os Santuários são iguais, mas aqui há alguma coisa muito especial, talvez pela topografia, pelo jardim, pelas flores, os cuidados. Para os peregrinos é muito bom estar nesses lugares; a romaria busca, também, reestabelecer o emocional, o físico, o mental, o espiritual das pessoas, ou seja, o ser humano como um todo”, diz Pe. Adilson.