Dia da Aliança de Amor: nada sem nós!

18 de junho de 2016

Deus quer a nossa colaboração
jun_AA

Ir. M. Nilza P. da Silva – Neste dia 18 de junho, os que selaram a Aliança de Amor com a Mãe e Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt (MTA), no mundo inteiro, se encontram espiritualmente, no Santuário, e renovam essa inclusão na mesma Aliança selada pelo Pe. José Kentenich e os seminaristas, em 18 de outubro de 1914, no Santuário Original, em Schoenstatt.

Renovam assim a fé na missão que Deus confia à MTA, em seus Santuários de Schoenstatt: colaborar para que surja uma nova ordem social, firmada em pessoas renovadas, que vivam com autenticidade a Aliança selada com Cristo, em seu batismo.

É uma dupla corrente que flui no Santuário: Maria ali está presente como a grande Educadora, capaz de atrair os corações filiais e transformá-los em missionários ardorosos. Ao mesmo tempo, esses filhos aliados presenteiam para ela todos os seus esforços na auto educação, semelhante a água na talha, em Caná – Capital de Graças – para que por seu intermédio, Jesus continue a realizar milagres de crescimento do Reino de Deus. Dessa dinâmica, que chamamos de Aliança de Amor, se mantém o Santuário como fonte de graças a jorrar sobre toda a humanidade.

Pe. Kentenich explica: “Outros lugares de peregrinação são um livre presente da graça divina. Nosso lugar de graças é o resultado de um trabalho comum entre Deus e nós, entre a Mãe de Deus e nós. Aqui vigora o constante imperativo: Colaborar! Sem nós, nada deve acontecer em Schoenstatt… Schoenstatt vive ou morre segundo nosso sério esforço pela santidade. Outros Santuários existem sem esta condição. Mas, Schoenstatt depende de pessoas que realmente se esforcem pela santidade e que unam esse esforço ao nosso Santuário.” (O Mistério de Schoenstatt, 1933)

Se a Mãe Peregrina presenteia tantas graças e realiza tantos milagres, com as graças que Deus derrama no Santuário, se milhares de pessoas aprendem novamente a amar a Jesus e viver em comunidade, é porque outros milhares de missionários silenciosos, sem serem conhecidos na publicidade pelo que fazem, vivem fielmente a Aliança de Amor que selaram com a MTA.

Renovemos a Aliança de Amor! Com alegria, sejamos instrumentos que ajudam a tornar o Brasil uma nova ordem social, fundamentada no amor, na transparência, na Aliança com Deus, com as pessoas e com a natureza.