Contigo Pai: mais Santuários terão a imagem do Fundador

8 de abril de 2015

Um só coração no Pai.

pai poçosKaren Bueno – “Contigo Pai, Família em Aliança: santidade e missão” é o lema do ano da Família de Schoenstatt no Brasil. A corrente em torno do Pai Fundador, Pe. José Kentenich, cresce cada vez mais e ganha novo impulso com esse lema. É nesse espírito que schoenstattianos de algumas cidades brasileiras se preparam para conquistar física e espiritualmente uma estátua do Fundador de Schoenstatt para os Santuários aos quais estão vinculados.

No dia 18 de outubro de 2015, os Santuários de Araraquara/SP, Brasília/DF e Poços de Caldas/MG irão inaugurar uma estátua do Pe. José Kentenich. Essas imagens serão semelhantes às que existem nos Santuários de Atibaia/SP, Rio de Janeiro/RJ, Porto Alegre/RS, Curitiba/PR e São Paulo/SP-Vila Mariana, já que são desenvolvidas pelo mesmo artista plástico. Sua missão é acolher os visitantes e ampliar a experiência de filialidade com o Pai.

“A conquista da estátua do Pai Fundador é um desejo acalentado há muito tempo. Neste ano de 2015, nosso Santuário Tabor Fonte de Vida Nova comemora 15 anos; um período de muitas graças recebidas e muitos frutos de santidade. Como filhos de Schoenstatt, aprendemos a ver tudo sob a luz da Divina Providência em nossa vida, assim, o sinal de nossa gratidão, amor e fidelidade à Mãe e Rainha se expressa na conquista da estátua do Pai, que amou Maria e nos ensina a amá-la cada dia, por meio de nossa Aliança de Amor”, diz Ir. M. Gislaine Lourenço, assessora do Santuário de Poços de Caldas/MG.

De mãos dadas com o Pai

Em Brasília-DF, o Santuário Tabor da Esperança também celebra 15 anos de fundação, e a estátua é um marco para esse jubileu. Ir. Adriane Maria Barbosa, assessora local, diz que os ramos dividiram a conquista por partes e virtudes do Fundador:

Ala masculina da Obra (Juventude Masculina de Schoenstatt, Liga dos Homens e Terço dos Homens Mãe Rainha): vai conquistar, por seu ser, o coração paternal do Fundador.

Ramo das Mães: conquistam os pés, ressaltando que os passos do Pai geram vida.

Liga Apostólica Feminina: responsável pela conquista do rosto do fundador, buscando, como o Pe. Kentenich, irradiar e refletir o divino em seu ser.

Obra das Famílias (Liga, União e Instituto): cuidam de ter “o ouvido no coração de Deus e a mão no pulso do tempo”. Esses ramos ficam com dois aspectos, justamente porque trata-se de duas pessoas em uma só carne; eles buscam essa atitude sobrenatural do Pai Fundador.

Juventude Feminina de Schoenstatt: conquista os olhos, quer ser a pupila do Pai.

Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt: quer ser a voz que leva a mensagem da Aliança de Amor, justamente por isso conquista a boca do Pai.

Os outros dois Santuários, de Poços de Caldas/MG e Araraquara/SP, também têm uma aspiração própria para conquistar a estátua, cada um à sua maneira.

Vamos contigo

Pe. Kentenich dizia: “Quem me busca sempre me encontrará no Santuário e no coração de Maria”. Ele é uma presença constante no Santuário, já que foi o artífice da Aliança de Amor, e a sua estátua marca essa presença paternal do Fundador.

“O Pe. Kentenich, aos poucos, está se tornado mais conhecido e amado; percebemos na visita do Símbolo do Pai que houve uma associação orgânica com a pessoa do Fundador. E o lema “Contigo Pai” vem muito ao encontro disso”, afirma Ir. Adriane Maria.

As estátuas têm uma missão especial em cada um dos centros de Schoenstatt, dão identidade ao lugar como rosto de uma Família Internacional que vive sob o olhar do Pai: “Que cada pessoa possa experimentar a acolhida, o amor e alegria que dimana da pessoa, missão e carisma de nosso Pai e Fundador, que espera cada um de seus filhos, para conduzi-los ao Santuário”, diz Ir. M. Gislaine.