Com Maria, no Cenáculo: 9º dia

14 de maio de 2016

mae

No último dia da novena nos colocamos espiritualmente no Cenáculo, reunidos junto à Virgem e aos apóstolos. Os corações anseiam pelos dons e pela presença do Espírito que novamente incendeia a Igreja. Vejamos as palavras do Pai e Fundador, Pe. José Kentenich:

“Felizes os apóstolos que receberam o apoio de Maria e com ela imploraram a vinda do Espírito Santo. O resultado correspondeu plenamente às suas expectativas. Também nós somos felizes porque nos vinculamos íntima e profundamente a Maria, porque a ela recomendamos as nossas intenções, colocamos a seus pés nossos desejos e pedidos ao Espírito Santo” (Conferência aos Congregados Marianos, Schoenstatt, 31 de maio de 1914).

O Papa Francisco nos diz (Regina Coeli, 28 de abril de 2013): “A Virgem Maria ensina-nos o que significa viver no Espírito Santo e o que significa acolher a novidade de Deus na nossa vida. Ela concebeu Jesus por obra do Espírito e cada cristão, cada um de nós, está chamado a acolher a Palavra de Deus, a acolher Jesus dentro de si e depois levá-lo a todos. Maria invocou o Espírito com os Apóstolos no cenáculo: também nós, todas as vezes que nos reunimos em oração, somos amparados pela presença espiritual da Mãe de Jesus, para receber o dom do Espírito e ter a força de testemunhar Jesus ressuscitado”.

Com o Pe. Kentenich, rezemos:

Espírito Santo, tu és a alma de minha alma, cheio de humildade te adoro.
Ilumina-me, fortifica-me, guia-me e consola-me.
Revela-me tanto quanto isso ao plano do Eterno Pai corresponde.
Revela-me os teus desejos. Faze-me entender o que o Amor Eterno de mim deseja.
Faze-me entender o que devo fazer. Faze-me entender o que devo sofrer.
Faze-me entender o que em silencio, com modéstia e reflexão, devo aceitar, carregar e suportar.
Sim, Espírito Santo, faze-me entender a tua vontade e a vontade do Pai, pois minha vida inteira não quer ser mais que um continuo e perpétuo SIM aos desejos e ao querer do Eterno Pai.
Amém.