Com a Mãe Peregrina na região Centro-Oeste

12 de maio de 2016

Encontro de missionário e coordenadores no Mato Grosso.

campanha mato grossoKaren Bueno – A Mãe Peregrina está sempre presente entre seus filhos da região Centro-Oeste do Brasil. No final de semana, dias 30 de abril e 1º de maio, os coordenadores e missionários da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt (CMPS) de Várzea Grande/MT, da Arquidiocese de Cuiabá/MT, organizam seu encontro de formação e atualização. São dois dias de trabalhos com as Irmãs de Maria, assessoras do Secretariado da Mãe Peregrina de Atibaia/SP.

No sábado a tarde, dia 30, cerca de 40 missionários se aprofundam no Ano Santo da Misericórdia e seus acenos para a vida diária. Em seguida eles se dividem em grupos, uns para esclarecer dúvidas práticas sobre a Campanha – desse grupo participam, principalmente, novos missionários e coordenadores da CMPS – e outros para iniciar a preparação rumo a conquista do Santuário Lar.

O grande dia de encontro para os missionário é no domingo, 1º de maio, na abertura do mês de Maria. 80 pessoas, aproximadamente, participam do encontro na Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, da Paróquia São Sebastião, em Várzea Grande. A acolhida é calorosa por parte da comunidade e do pároco, Pe. Antônio Edseu da Silva.

De manhã, Ir. Márcia Maria Gusmão fala sobre a proposta de estudo para as famílias da Campanha no Ano Santo, reunida no livro “Minha família, casa de misericórdia”. Ela orienta sobre os encontros e a conquista material que realizarão neste ano. Clique para saber mais.

ermida

Ermida de Várzea Grande/MT

Depois do almoço, Ir. M. Agnes Marqueto, do Secretariado Pe. José Kentenich, explica sobre o processo de beatificação do Pai e Fundador. Com apresentação de textos, imagens e vídeos, ela oferece mais informações sobre a vida do Pe. Kentenich, distribui a oração por sua beatificação e muitos assinam o documento que pede a beatificação do Fundador e da Ir. M. Emilie Engel.

No extremo do país

Partindo de Várzea Grande, as Irmãs de Maria viajam cerca de seis horas, por 330 quilômetros, até o município de Araputanga/MT, que fica próximo à fronteira do Brasil com a Bolívia, pertencente à Diocese de Cáceres/MT.

Na segunda-feira, dia 2 de maio, acontece ali uma tarde de encontro para os missionários da Mãe Peregrina, refletindo sobre o Ano da Misericórdia e suas aplicações para a vida prática, com cerca de 40 pessoas.

À noite a comunidade se reúne para a Santa Missa. Participam diversas famílias da Campanha e no final as Irmãs comentam sobre o estudo do livro “Minha família, casa de misericórdia” e sobre o Pai e Fundador. Algumas pessoas ainda aproveitam para iniciar sua preparação rumo à Aliança de Amor.

“Mostra-nos o Pai”

A proposta de unir os trabalhos da Campanha com o Secretariado Pe. Kentenich é um projeto pioneiro. Ir. M. Agnes explica: “É nossa intenção fazer esse trabalho unido entre os dois Secretariados. Quando a gente trabalha com a Mãe Peregrina, não estamos só divulgando a Mãe, mas também o Santuário e o Pe. Kentenich, que são os três pontos de contato do Movimento. Dessa forma o Pe. Kentenich se torna mais conhecido”.

Em Várzea Grande e Araputanga, comenta Ir. M. Agnes, muitos já conhecem a vida e a Obra do Pe. Kentenich porque já selaram a Aliança de Amor, então é comum aparecerem testemunhos de graças alcançadas por sua intercessão.

Veja as fotos: