Campanha da Fraternidade e Saneamento Básico

16 de janeiro de 2016

Por uma ecologia da vida e do coração.

CFE 2016 - cartaz 21 x 29,7

CFE 2016 – cartaz 21 x 29,7

Marília Ribeiro – Com o tema ‘Casa Comum, nossa responsabilidade’ e sob o lema bíblico ‘Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca’ (Am 5, 24), o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) – coordenará a Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE) 2016 que terá o Saneamento Básico como foco.

O Papa Francisco em sua encíclica “Laudato Si, Cuidado da Casa Comum” cita que é necessário “uma conversão ecológica global”, “mudanças profundas nos estilos de vida, nos modelos de produção e de consumo, nas estruturas consolidadas de poder”(n.5).

Clique para ler na íntegra a Encíclica ecológica do Papa Francisco

A campanha desse ano vem de acordo com a encíclica do Papa Francisco e motiva a reflexão sobre os modelos de desenvolvimento que têm orientado a política e a economia. O lançamento oficial da Campanha da Fraternidade acontece no dia 10 de fevereiro, quarta-feira de cinzas, no período da quaresma de 2016.

Segundo os dados do Ministério das Cidades, através do SNIS – Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (ano 2013), mais da metade da população brasileira ainda não possui acesso às redes de coleta de esgotos e somente 39% dos esgotos do país são tratados. Cerca de 35 milhões de brasileiros ainda não possuem água tratada e temos mais de 5 milhões de pessoas sem acesso a banheiros. 37% da água potável é perdida em vazamentos, “gatos” ou problemas de medição, mais de 5 mil piscinas olímpicas de esgoto são despejadas em rios, mares e cursos d’água brasileiros diariamente.

Com base nesses números, a Campanha da Fraternidade 2016 tem o objetivo de garantir “o direito ao saneamento básico para todas as pessoas e empenharmo-nos, à luz da fé, por políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro de nossa Casa Comum” (Texto-Base Campanha da Fraternidade 2016, pág 11, item 7).

Com o intuito de contribuir para a difusão desse direito o Instituto Trata Brasil será um dos parceiros da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e do Conic na divulgação do tema.

O Instituto Trata Brasil atua desde 2007 e é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) formada por empresas com interesse nos avanços do saneamento básico e na proteção dos recursos hídricos do país.

A proposta do Trata é desenvolver um ciclo de apresentações por todo o país, em conjunto com as coordenações regionais do Conic, visando levar a mensagem da Campanha da Fraternidade Ecumênica.

Confira a entrevista do presidente executivo do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos, ao portal Namu. O especialista explica a influência da coleta de esgoto sobre a saúde e a educação e cita o caso de praias do nordeste brasileiro que têm perdido turistas por conta da poluição de suas orlas.

Fonte: a12.com