Brasil recebe os Padres Diocesanos de Schoenstatt

12 de janeiro de 2016

Região Novo Belém, da América do Sul, se reúne em Aparecida/SP.

padres diocesanosKaren Bueno – Durante esta semana, de 11 a 14 de janeiro, os padres do Instituto Secular dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt participam de seu encontro anual, realizado em 2016 no Santuário Nacional de Aparecida/SP. São 20 padres, vindos da Argentina, do Chile, Equador e Peru, além do Brasil. Juntos, eles integram o Cone Sul do Instituto, também chamado de Região Novo Belém.

Acompanham o grupo o reitor regional, Pe. Marcelo Cervi, do Brasil (Diocese de Jaboticabal/SP), e os conselheiros, Pe. José Plaza, do Chile, e Pe. José Parodi, da Argentina. “Esse encontro é uma atualização da vida da comunidade no Cone Sul. Nossas jornadas são de estudo, de oração comum e definição de missão. A gente revê a vida da comunidade e projeta o trabalho futuro”, explica o reitor.

A cada ano o encontro é realizado em um país diferente, geralmente junto a um Santuário de Schoenstatt, mas em 2016 eles abriram uma exceção e Pe. Marcelo Cervi explica porque: “Havia o interesse de um estudo, de um aprofundamento na linha de Igreja do Papa Francisco que nasceu em Aparecida, por conta do Documento [de Aparecida], por isso nos reunimos ali”.

Ainda assim eles querem estar próximos ao Santuário da Mãe e Rainha, por isso nesta segunda-feira, dia 11, visitam o Santuário de Atibaia/SP, onde também celebram, com a Santa Missa, o início da preparação para consagração perpétua de três sacerdotes.

padres

Pe. Mauricio Torres, do Chile, conta o que lhe chama a atenção em suas visitas ao Brasil: “A principal característica que vejo é a profunda religiosidade do povo. O amor à Igreja é notório, expressado em coisas tão simples, como as celebrações litúrgicas, a Santa Missa. Há uma preocupação com os sacerdotes, que vemos quando nos pedem a bênção, tocam-no nas mãos, quando agradecem com tanto carinho, isso sempre me chama a atenção no Brasil e eu gosto muito. Aqui se sente a força, os milagres, isso muito marcado por uma presença mariana”.

Deste encontro partem quatro sacerdotes para a Alemanha, eleitos para representar a Região na primeira etapa do Capítulo Geral da Comunidade, que acontece em Schoenstatt de 15 a 30 de janeiro.

Quem são os Padres Diocesanos de Schoenstatt?

Eles pertencem a um dos seis Instituto Seculares fundados pelo Pe. José Kentenich. São Padres inseridos nas dioceses que seguem e respondem ao bispo local, mas que também respondem à direção da comunidade, vivendo a espiritualidade de Schoenstatt na realidade de paróquia em que são designados.

Segundo o reitor da Região Novo Belém, “o carisma do Instituto é viver Schoenstatt na Diocese, tornar viva a visão do Pai e Fundador na pastoral diocesana, na vida da paróquia, nos grupos. Nosso carisma é o carisma do Movimento de Schoenstatt, a Aliança de Amor”.

Pe. Alan S. Tejo, da Argentina, afirma: “Queremos ser vistos como Maria, a serviço. Que as pessoas possam ver em nós esse rosto paterno-materno de um sacerdote mariano que serve aos demais”.

Como ser um Sacerdote Diocesano de Schoenstatt?

Segundo o reitor, em primeiro lugar o candidato deve pertencer a uma Diocese. Pode ser um padre ordenado ou um seminarista diocesano, desde que esteja pronto a viver o carisma de Schoenstatt. “Muitos jovens nos procuram achando que temos seminário, mas não, nós somos padres DIOCESANOS ligados a Schoenstatt”.

Pe. Marcelo explica como um jovem pode dar os primeiros passos no Instituto: “Quando um seminarista estiver cursando Teologia ele pode pedir o ingresso na comunidade, então vai fazer todo o caminho formativo de postulantado, candidatura, todas as etapas. A condição clara e elementar é que esteja convencido de que deseja ser um padre diocesano, sem importar de qual diocese”.

No caso dos sacerdotes já ordenados, Pe. Marcelo explica: “O ideal seria entre 25 e 35 anos, mas mais importante que um limite de idade é a abertura para a vida comunitária, que o Instituto pontua bastante”.

Todos os que desejam conhecer melhor o Instituto dos Sacerdotes Diocesanos de Schoenstatt podem escrever para: isdiocesanos@gmail.com . Para saber mais clique.

Mais fotos