Araraquara: Ano inicia com louvores e conquistas

2 de março de 2016

Santuários vivos para um ano de missão.

araraquaraFernando Castilho Valderrama – Mais um ano se inicia no Santuário Tabor Morada da Alegria Vitoriosa em Araraquara/SP. Toda a Família de Schoenstatt, unida e cheia da misericórdia de Deus, começa o dia 14 de fevereiro, à sombra do Santuário, adorando a razão maior de sua felicidade: Jesus eucarístico. No encontro de abertura do ano, o Santíssimo fica exposto e, aos poucos, cada um pode se aproximar e demonstrar seu carinho ao Senhor. Não teria forma melhor de iniciar o ano sem ser na presença de Jesus.

O encontro começa falando de misericórdia. As lideranças da Liga Apostólica Feminina e Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt compartilham, com os demais, os detalhes do Ano Santo. Nessa partilha é possível descobrir as oportunidades que o Papa Francisco promove de encontro com o Pai de Misericórdia. Alguns pontos destacados são as obras corporais e espirituais de misericórdia, também as Portas Santas do Ano Jubilar – presentes nas igrejas centrais de cada cidade da Diocese de São Carlos/SP, caso de Araraquara. As palestrantes ressaltam que são muitas oportunidades de praticar a misericórdia de Deus ao próximo neste ano.

O segundo tema forte para a Família de Schoenstatt em 2016 é a corrente de missão. Ir. Mariane Galina, assessora do Santuário, decorre sobre o tema “Schoenstatt em Saída”. Ela questiona como é possível promover Schoenstatt e a misericórdia de Deus neste tempo favorável do Ano Santo. Segundo a assessora, o Santuário não é somente uma edificação estática, mas viva, pois é necessário que ele seja levado ao mundo por meio de seus aliados, de pessoas que sejam santuários vivos. No novo século, cada um se torna responsável por ser ‘Schoenstatt em saída’, assumindo a missão do Pai e Fundador, Pe. José Kentenich, pois é fundamental ir ao encontro daqueles que precisam sentir a misericórdia de Deus, por meio de atos e exemplos.

Após o almoço o encontro segue com a solenidade de instituição dos Santuários Lares da nova casa do Movimento, Casa Jardim de Maria. A obra caminha muito bem e é hora da Mãe e Rainha tomar posse de seus aposentos. Os ramos e comunidades de Schoenstatt, também a Campanha, ofereceram inúmeras contribuições ao Capital de Graças no processo de conquista dos Santuários Lares e agora presenteiam um trono de graças digno à Rainha da Casa. À luz do Hino da Minha Terra, os Santuários Lares são assim distribuídos:

Santuário Lar do Amor – Liga de Famílias;

Santuário Lar da Pureza – Liga das Mães;

Santuário Lar da Veracidade – Liga Apostólica Feminina de Schoenstatt;

Santuário Lar da Liberdade – Campanha da Mãe Peregrina;

Santuário Lar da Alegria – União de Famílias;

Santuário Lar da Vitoriosidade – União Feminina;

Santuário Lar Brilho do Tabor – Juventude Feminina de Schoenstatt;

Santuário lar Prado do Sol – Juventude Masculina de Schoenstatt;

Santuário Lar da Misericórdia – Irmãs de Maria de Schoenstatt;

Santuário Lar Jardim de Maria – Todos os ramos e peregrinos.

Após a instituição dos Santuários Lares é apresentada a conquista para o Jubileu de Cristal do Santuário Morada da Alegria Vitoriosa: o quadro da Ave-Maria, que será colocado no alto do arco central do altar, fixado no dia 18 de setembro com uma grande festa. Em 2016 o Santuário de Araraquara completa 15 anos. Também são apresentadas as metas para o ano e as possibilidades de divulgação, como a FanPage, Sites, jornais e a revista Tabor em Páginas.

No final do dia, a Santa Missa coroa o encontro, é o momento mais importante. A Eucaristia é presidida pelo Pe. Allan Murillo Ulprist, da Paróquia São José, que na homilia fala de como Jesus foi tentado e como cada cristão é suscetível a essas mesmas tentações: o prazer, avareza e a vaidade. E ainda lembra que a Mãe, Rainha da Misericórdia, soube passar pelo precioso “papel” de Mãe de Deus sem nunca se quer se aproximar de qualquer uma dessas tentações.

Assim, a abertura do ano inicia e encerra junto a Jesus, como deve ser em todo 2016. As palavras de missão e misericórdia ressoam nos coração, é tempo de missão: “Partimos em Saída!”.