A abertura do Advento é tempo de reflexão

3 de dezembro de 2015

Muito movimento e muito silêncio na abertura deste tempo santo.

mae tenda santuario larKaren Bueno – O final de semana, dias 28 e 29 de novembro, é repleto de atividades no Santuário Tabor da Permanente Presença do Pai em Atibaia/SP. Desde a sexta-feira à tarde já começam a chegar os primeiros peregrinos para o retiro de missionários da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt (CMPS). São corações dispostos a passar um tempo bem próximos ao Senhor e se preparar para o Advento.

Aos poucos a Casa Schoenstatt Tabor fica movimentada com 127 pessoas, missionários do Rio de Janeiro/RJ e de Vitória/ES. Durante o sábado de manhã o olhar se volta para o brilho da coroa da Mãe e Rainha e todos são introduzidos, simbolicamente, num garimpo à procura de uma pepita de ouro, assim é a dinâmica de abertura. Em seguida os missionários acompanham o processo de purificação do ouro e percebem como a vida do Pe. José Kentenich é como ouro purificado. Na parte da tarde uma dinâmica trabalha os cinco sentidos de um missionário: use a cabeça, vá com a vontade, coloque o coração, faça com as próprias mãos, vá a pé.

À tarde a Santa Missa é presidida por Pe. Genivaldo Brás da Silva, da Paróquia São Marcos em Itaim, Diocese de São Miguel Paulista, região episcopal da Arquidiocese de São Paulo/SP. Na homilia ele cita que todos estão diante da mesa da Palavra e da mesa da Eucaristia. “Todos os dias o Senhor quer matar nossa fome espiritual. Vivemos em uma sociedade, de modo particular em um país que é corrompido por tantas coisas ruins, mas como é bonito quando paramos diante da mesa da Eucaristia para celebrar o Senhor”. Ele acrescenta: “Temos que fazer da nossa vida uma oração continua, por isso nós recorremos aos Santos e à Virgem Maria. Se hoje estamos aqui é simplesmente para olhar para Maria e se atentar às suas palavras: ‘fazei tudo o que ele vos disse’. E o que Jesus espera de nós é o amor, somente o amor pode mudar o mundo”.

Peregrinos

No domingo cerca de 2.100 pessoas visitam o Santuário e acompanham a programação tradicional da Romaria. São peregrinos de várias cidades, especialmente da Diocese de Bragança Paulista/SP. As vivências desse dia permitem um encontro próximo com a Mãe de Deus e com Jesus, também das pessoas entre si.

A programação começa em frente ao Cruzeiro e segue para o Santuário, onde a Mãe os espera. Reunidos ao redor do Tabor, todos acolhem o Senhor e começa a adoração eucarística. A reflexão inclui preces por várias intenções e caminhando todos seguem com Jesus até a Tenda dos Peregrinos para a bênção do Santíssimo.

O momento mariano, celebrado em seguida, permite que todos reflitam sobre o amor maternal de Maria e se coloquem como filhos, ofertando a coroa para a grande Rainha Três Vezes Admirável.

Santuário-Lar

Também nesse domingo se reúnem missionários da CMPS de várias cidades de São Paulo e Minas Gerais. Esse dia é especial para eles, pois irão convidar a Mãe e Rainha a se estabelecer em suas casas, instituindo Santuário-Lar.

Por toda parte se veem quadros da Mãe e Rainha que serão abençoados. Cerca de 200 pessoas se prepararam para esse momento e durante toda a manhã acompanham uma palestra sobre o ato que irão realizar, revendo como os Santuários-Lares fazem parte da rede de Santuários de Schoenstatt.

Todos se mostram radiantes, como a Sra. Elaine Vitar da Silva, de Três Pontas/MG, que leva a família toda – o marido e os dois filhos – para acompanhar esse momento. Ela comenta que se não conseguisse reunir todos para a instituição do Santuário-Lar, não o faria neste momento, pois é necessário tomar consciência de que estão convidando Maria e Jesus a fazerem parte de sua família.

Após o almoço o grupo segue em romaria até o Santuário, onde eles rezam a oração e realizam o ato solene, convidando a Mãe e Rainha a habitar em suas casas.

Todos juntos

Os vários peregrinos que visitam o Santuário neste domingo se reúnem às 14h30min para a Santa Missa, presidida pelo Frei Aroldo Moreira. Na celebração que abre o Advento ele diz na homilia que é preciso colocar em prática tudo o que Deus tem ensinado e aprender com Nossa Senhora que guardava tudo no coração. “Ela é uma mulher de prática, assim devemos ser. Estamos entrando num tempo novo e pedimos a Nossa Senhora que nos ajude a colocar em prática tudo o que ouvimos no evangelho”.

O presidente da celebração segue explicando sobre a vivência do Advento, que recorda a vinda do Senhor e prepara para sua segunda volta. “Vamos rezar e celebrar com alegria, pedindo que nosso coração seja morada de Deus para os outros. Que minhas atitudes, maneira de falar, possam dar testemunho de Cristo. Temos uma missão muito grande de não só evangelizar com a palavra, mas com nosso testemunho de vida, esse é nosso compromisso”.

No final da celebração o sacerdote abençoa os quadros da Mãe e Rainha daqueles que instituíram Santuário-Lar e envia todos em missão para serem um sinal vivo de Deus ao mundo.